,

,
VENHA DESFRUTAR DO QUE HÁ DE MELHOR EM LAZER DA SUA REGIÃO.

.

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

ASSISTA AO VÍDEO: CASAL SOBREVIVE A ACIDENTE ENVOLVENDO MOTO E AMBULÂNCIA NA BR 316 PRÓXIMO AO CEMITÉRIO DA MANGUEIRA.

Compartilhar no WhatsApp



Segundo Leonardo da Silva Martins de 21 anos, ele e sua esposa decidiram ir ao centro da cidade de Bacabal fazer compras, pilotando uma moto e com sua companheira na garupa, Leonardo disse que chegando próximo ao cemitério da mangueira ouviu a sirene de uma ambulância, que pedia passagem ao casal, ao desviar para o acostamento Leonardo disse que sentiu uma leve batida na traseira da moto que pilotava o suficiente para ele perder o controle do veículo e cair no acostamento da rodovia.



Segundo Marsalina dos Santos Gonçalves, à ambulância que lhes atropelou, parou distante do casal cerca de 30 metros e um dos ocupantes do veiculo até chegou a descer, mas ao ver as vítimas caídas no asfalto e gritando por socorro, voltou a entrar na ambulância, evadindo-se do local sem prestar socorro às vítimas. Marsalina e seu esposo Leonardo foram levados ao Pronto Socorro de Bacabal por um motorista que presenciou o momento em que aconteceu o acidente, mas segundo às vítimas ele não teve como anotar a placa do veiculo causador do acidente, já que tudo aconteceu tão rápido.





O casal Leonardo de 19 anos e Marsalina de 21, disseram ao "blog falando serio" que o que mais lhes revoltou foi à atitude dos ocupantes da ambulância em parar e não prestar socorro a eles que gritavam por ajuda. Nesse caso o veiculo que é visto como salvador de vidas, graças aos seus ocupantes foi visto como vilão de uma história que poderia ter um fim trágico.




Leonardo da Silva Martins e Marsalina dos Santos Gonçalves não tiveram fraturas, apenas escoriações por todo o corpo, o casal que mora no assentamento Limeira, localidade que fica há 6 km da cidade de Bacabal, se recupera dos ferimentos em casa, mas segundo eles a dor maior é de não ter identificado a ambulância que quase lhes tirou à vida.


Assista ao vídeo: