,

,
VENHA DESFRUTAR DO QUE HÁ DE MELHOR EM LAZER DA SUA REGIÃO.

.

sábado, 10 de janeiro de 2015

OPERACÃO CONJUNTA DAS POLÍCIAIS MILITAR E CIVIL DE BACABAL EM CUMPRIMENTO A MANDADOS DE PRISÃO E BUSCA E APREENSÃO TIRAM DE CIRCULAÇÃO DUPLA DE ALTA PERICULOSIDADE




Cumprindo mandados de prisão e busca e apreensão assinados pela doutora Vanessa Ferreira Pereira Lopes, Juíza de Direito, titular da 1ª Vara da Comarca de Bacabal, uma equipe de policiais militares e civis, coordenados pelo delegado Carlos Alessandro e coronel PM Egídio Amaral, prenderam na tarde do dia 09, por voltas das 16 horas, os indivíduos IRAN CAMPOS SILVA, 34 anos, residente na Rua do Cajueiro (mandado de Prisão em desfavor); VÁGNER ALVES PEREIRA, 35 anos, residente na Avenida Graciete Lisboa, Vila da Paz, e a sua companheira MARIA IZA DE SOUSA, 33 anos, residente no mesmo endereço, na cidade de Bacabal. Todos presos em seus endereços. Vagner, conhecido por “Nego”, foi conduzido em virtude de haver contra o mesmo, indício de movimentação suspeita e tráfico de entorpecentes, uma vez levar um estilo de vida incompatível com seus orçamentos.



Quando da chegada da equipe de policiais se recusou a permitir a entrada dos policiais, sendo necessário o uso da força para o cumprimento do mandado de busca e apreensão.


Na casa de Vagner a equipe de policiais encontraram 04 (quatro) munições calibre. 38 mm; 03 (três) cartões em nome de terceiros; R$ 2.432,00 (dois mil quatrocentos e trinta e dois reais) em espécie; R$ 53,00 (cinquenta e três reais) em moedas; celulares; pulseiras e cordões dourados; 04 (quatro) cordões dourados; 01 (um)m talão de cheque no valor de R$ 1.200,00 (hum mil e duzentos reais); documentos pessoais; 01 (uma) moto, Bros, placa OXS 1195 e 01 (um) pálio, vermelho, de placas OIX 8417. Já na residência de Iran, os policiais encontraram 02 (duas) munições intactas, sendo uma de calibre. 38 mm e outra .380 mm.



Iran, já havia sido preso em novembro de 2014, através de prisão preventiva, acusado de assaltos a bancos e tráfico de drogas. Wagner e Iran, segundo palavras do delegado Carlos Alessandro, deverão ser transferidos nas próximas horas para a penitenciária de Pedrinhas.