PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Justiça absolve Thor Batista acusado de atropelar e matar ciclista

Compartilhar no WhatsApp


O caso foi julgado nesta quinta-feira pela 5ª Câmara Criminal do TJ-RJ. Com 2 votos a 1 Thor Batista foi absolvido


O filho do empresário Eike Batista, Thor, 20 anos,
atropelou e matou um ciclista quando voltava de Petrópolis

O filho de Eike BatistaThor Batista, foi absolvido peloTribunal de Justiça do Rio, nesta quinta-feira, 19.

Thor, que é acusado de matar o ajudante de caminhoneiro Wanderson dos Santos, de 30 anos, respondia o processo pelo atroplemento e morte do jovem, em um acidente ocorrido na noite do dia 17 de março de 2012, em uma rodovia que liga o Rio a Petrópolis.

Thor Batista havia sido condenado por
 homicídio culposo (sem intenção de matar) em junho de 2013 pela juíza Daniela Barbosa Assumpção de Duque de Caxias. 
Ela estabeleceu que Thor deveria pagar R$ 1 milhão a entidades assistenciais, prestar serviços comunitários por dois anos, além da suspensão de dirigir automóvel durante os dois anos.
Os advogados Ary Bergher e Raphael Mattos recorreram da sentença e o caso foi julgado nesta quinta-feira pela 5ª Câmara Criminal do TJ-RJ. Com 2 votos a 1 Thor Batista foi absolvido.
O acidente
O filho mais velho do empresário Eike Batista, Thor, 20 anos, atropelou e matou um ciclista quando voltava de Petrópolis, Região Serrana do Rio, com um amigo, na noite do dia 17 de março.
O ajudante de caminhoneiro Wanderson Pereira da Silva, 30 anos, foi atingido pelo carro do rapaz, um Mercedes SLR McLaren, quando trafegava de bicicleta na rodovia Washington Luís, na altura do bairro de Xerém, na Baixada Fluminense. A vítima morreu na hora. Mesmo com a decisão, o Ministério Público ainda pode responder. Redação O POVO Online