,

,
VENHA DESFRUTAR DO QUE HÁ DE MELHOR EM LAZER DA SUA REGIÃO.

.

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

"VÍTIMAS E CRIMINOSOS SÃO TODOS PARENTES", DIZ SEC. DE SEGURANÇA FÁBIO ABREU SOBRE CHACINA EM ALEGRETE, PI

Compartilhar no WhatsApp





O secretário de Segurança Pública, capitão Fábio Abreu, informou ao Cidadeverde.com que tanto as vítimas – os seis mortos da chacina – e os criminosos são todos parentes. Alegrete do Piauí foi palco da segunda chacina em menos de um ano no Estado chocando a todos pelo requinte de crueldade. Seis pessoas de uma mesma família foram mortas à queima roupa dentro de uma residência no povoado Boa Vista, cerca de 18 km de Alegrete. A polícia trabalha com hipótese de pistolagem.

“As vítimas e os criminosos são todos parentes e os suspeitos continuam presos”, garantiu o secretário que foi pessoalmente acompanhar as investigações e as buscas aos criminosos.

Fotos: Renan Nunes/TV Clube

Os seis corpos –  três homens e três mulheres – continuam no Hospital Justino Luz, em Picos, para exames. Uma equipe especializada cuida da necropsia.

Fábio Abreu acredita que os corpos só serão liberados para o velório somente de madrugada ou na manhã desta quinta-feira (20). 

“O velório das seis vítimas irá acontecer no povoado Boa Vista e somente um será velado separado, mas em residência próxima e no mesmo povoado”, disse Fábio Abreu.

O clima da cidade é de comoção e de surpresa com a barbárie. A Secretaria de Segurança reforçou o policiamento para o velório e sepultamento.


Luto de três dias
O prefeito do município de Alegrete do Piauí, a 379 km de Teresina, decretou luto oficial de três dias no município por conta da chacina que vitimou seis pessoas da mesma família. O crime ocorreu na noite desta terça-feira (18) e a Polícia acredita em crime de pistolagem. "Está todo mundo abalado com essa tragédia medonha", completou o prefeito.
Suspeitos são ouvidos pela polícia

O coronel Wagner Torres confirmou na noite desta quarta-feira (19) que a polícia está tomando o depoimento de seis pessoas. Na casa de uma delas foram encontrados objetos com sangue, possivelmente das vítimas.
"Estão sendo ouvidas seis pessoas, parentes do professor George. Foram apreendidos celulares e uma bota com sangue na casa de um desses seis. Vamos elucidar esse crime em um curto espaço de tempo", disse o coronel.

Segundo ele, a polícia deve pedir a prisão preventiva dos primeiros suspeitos ainda hoje. "São várias as linhas de investigações", ressalta o militar, destacando o sentimento de surpresa na população da região.

"É um sentimento de surpresa, uma tragédia. Todo mundo lamentando. Abalou o Piauí todo. É abominável se fazer justiça com as próprias mãos", finalizou.


Flash Yala Sena e Rayldo Pereira

redacao@cidadeverde.com