PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

POLÍCIA CIVIL PRENDE SUSPEITO DE HOMICÍDIOS NO INTERIOR DO MARANHÃO

Compartilhar no WhatsApp

unnamed

A Superintendência de Investigações Criminais (SEIC), por meio do Departamento de Combate ao Crime Organizado (DCCO), prendeu na tarde desta quinta-feira (24), Antônio Carlos Sobral Rocha, suspeito de ter praticado homicídios no interior do Maranhão. A ação policial — coordenada pelos delegados Carlos Alessandro e Valdenor Viegas, da DCCO; Samuel Morita e Luciano Bastos, da 2ª Delegacia Regional de Itapecuru-Mirim — contou com o apoio da Polícia Militar.
Segundo o delegado Carlos Alessandro, um trabalho investigativo de 30 dias foi realizado para que o indivíduo, considerado de alta periculosidade, fosse preso. “Tivemos conhecimento de que ele se encontrava em Miranda do Norte, após ser resgatado de um hospital em São Luís”, informou o delgado do DCCO.
Em abril de 2012, “Didoca”, como é conhecido Antônio Carlos, foi resgatado do Hospital Municipal Doutor Clementino Moura (Socorrão II), no bairro Cidade Operária. Ele se feriu durante uma troca de tiros. Três comparsas invadiram a unidade de saúde, agrediram o vigilante 
e o libertaram.

Ainda de acordo com o delegado Carlos Alessandro, contra “Cigano” havia quatro mandados de prisão preventiva em aberto. Um por porte de ilegal de arma de fogo, expedido pela Comarca de São Mateus; homicídio, expedido pela Comarca de Miranda do Norte; e um por homicídio e outro por tráfico de drogas, expedidos pela Comarca de Itapecuru-Mirim.
Após ser preso, “Didoca”, que também é suspeito de roubo a banco, foi encaminhado pelos policiais até a sede da 2ª Delegacia Regional de Itapecuru-Mirim. Em seguida, será trazido para São Luís, onde será apresentado na sede da SEIC, no bairro de Fátima. Na ocasião, será lavrado o cumprimento aos mandados de prisão. Allef Garcia / Ascom SSP