,

,
VENHA DESFRUTAR DO QUE HÁ DE MELHOR EM LAZER DA SUA REGIÃO.

.

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

OUÇA O ÁUDIO: SECRETARIO DE SEGURANÇA DISSE QUE NOMEAÇÃO DO TEN. CEL. MIGUEL NETO A CHEFIA DE BATALHÃO ANTES DE O INQUÉRITO SER CONCLUÍDO, FOI PRECIPITADA.

Compartilhar no WhatsApp


O Secretário Estadual de Segurança Pública do Maranhão, Jefferson Portela, concedeu uma entrevista à rádio Mirante AM nesta quinta-feira (14), em São Luís. E na oportunidade falou sobre vários assuntos, entre eles, sobre o aumento do índice de assaltos e arrombamentos a bancos no estado.

Jefferson Portela falou também, sobre o aparelhamento dos grupos especiais da Polícia Militar os “GOES”, que receberam fuzis, para lhe dá com o enfrentamento das quadrilhas de assaltos a banco na região.  

Sobre a saída do Coronel Alves do comando da Polícia Militar do Maranhão, ele disse que havia um planejamento para 2016 e, que o Coronel Alves é uma pessoa muito importante para sistema de segurança e agradeceu a contribuição do comandante durante esse um ano que ele esteve no comando da Policia Militar do Maranhão. Mas que ações que vem acontecendo em todo o estado precisa de uma ação mais enérgica e mais operacional. Por isso, o Coronel José Frederico Gomes Pereira, que assumiu o Comando Geral da Polícia Militar. 
Sobre o episodio acontecido no 15º Batalhão de Bacabal, entre o ex-comandante Miguel Neto e o Cabo Ney Bandeira, em uma sala do Batalhão, ocasião em que o ex-comandante ao perceber que estava sendo filmado, apontou uma arma para o seu subordinado. O Secretário de Segurança disse que Miguel Neto não foi promovido, ele apenas recebeu a chefia de uma Unidade de Batalhão do Estado Maior. Mas que mesmo assim, foi precipitada a decisão do Coronel Alves.

Portela disse: “O caso era que se aguardasse toda a avaliação preliminar. Mesmo porque tem o julgamento do mérito final". Que que o administrador tem que fazer sim, o julgamento preliminar, e parar para tomar a melhor posição. Entende ele, que não foi a melhor posição a ser tomada.  

O secretário Jefferson Portela também disse aos ouvintes da Rádio AM, que o Coronel Pereira assume na segunda feira, (18), as 18 horas e, certamente tratará deste caso, até porque há inquérito instaurado. 

Ouça o trecho da entrevista do Secretário de Segurança do Estado, Jefferson Portela a Rádio Mirante AM.