,

,
VENHA DESFRUTAR DO QUE HÁ DE MELHOR EM LAZER DA SUA REGIÃO.

.

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

COM A FRASE “ SOU OSSO DURO DE ROER E NÃO ABRO NEM PARA O TREM”, JOSÉ VIEIRA DISSE QUE ESTÁ PREPARADO PARA ADMINISTRAR BACABAL E ATENTO ÀS PERSEGUIÇÕES DO GRUPO DO SENADOR JOÃO ALBERTO

Compartilhar no WhatsApp
O apresentador Israel Braga, recebeu na tarde de hoje (23), no programa Cidade Viva, um dos programas de maior audiência em toda a região, o prefeito de Bacabal José Vieira Lins. Na oportunidade José Vieira falou sobre os desafios que terá pela frente e da perseguição que o seu governo vem sofrendo no início da sua administração, segundo Lins, patrocinada pelo grupo do senador João Alberto de Souza. Também na entrevista  José Vieira disse “não está feliz”, ao se referir a quantidade de votos que ainda teve o  seu opositor, o deputado Roberto Costa, candidato que  representa o atraso e não quer o bem do povo bacabalense.
Com seu jeito simples e com um linguajar fácil de ser entendido pelo povão, José Vieira Lins falou sobre vários assuntos, mas, sempre deixando evidente a perseguição que sofre no momento em todos os setores. Na sua fala, pediu ao grupo do senador que devolva o vereador Joãozinho do Algodão Doce a sua família, pois a família do mesmo está aflita sem saber o paradeiro certo do seu ente querido.
Com relação ao novo bloqueio do acesso as contas da Caixa Econômica Federal, disse que o gerente local foi influenciado pelo superintendente da instituição bancária no Estado, que teria sido uma indicação do  PMDB, ou seja, com o dedo do senador. Uma coisa ficou clara, é pensamento do prefeito José Vieira, tão logo esse impasse ser resolvido, tirar da Caixa Econômica Federal, todas as movimentações bancárias, isso, incluindo o pagamento dos servidores que é processado naquela instituição bancária.
GOVERNO JOSÉ ALBERTO – para José Vieira o ex-prefeito foi muito prejudicado em sua administração, também, pelo senador que pretende fazer o mesmo com o seu governo, onde disse: “sou osso duro de roer e não abro nem para o trem”. José Vieira por diversas vezes desafiou João Alberto a encará-lo pessoalmente e a tirá-lo da prefeitura, conclamando o povo de Bacabal a fazer uma grande manifestação contra os seus opositores. Ademais, um movimento neste sentido está sendo organizando para a próxima quarta-feira (25).

EDVAN BRANDÃO – ao se referir ao vereador Edvan Brandão, disse está surpreso, uma vez que era muito amigo do pai do edil, o saudoso “Seu Véras”, afirmando ainda que não só o povoado Bela Vista, mais toda a baixada está decepcionada com a posição do vereador e que Edvan Brandão jamais conseguirá se eleger novamente, fruto das  atitudes por ele tomadas recentemente.

A entrevista terminou com a fala do vice-prefeito Florêncio Neto, que disse que o grupo do senador precisa assimilar a derrota, se conscientizar que perderam a eleição, desarmar o palanque.  Para Florêncio Neto todo esse imbróglio causado pelo grupo derrotado, só tem causado transtornos ao comercio, a vida normal da cidade, e principalmente aos menos favorecidos que precisam de serviços básicos de qualidade, e  mais, precisam receber os seus proventos, em referencia aos funcionários públicos municipais.
Finalizando, Florêncio Neto disse que a equipe jurídica do prefeito José Vieira, já tomou todas as providencias para o desbloqueio das contas da prefeitura e discorreu sobre um fato novo e inusitado. Toda essa problemática, pasmem, é em função de uma foto publicada no jornal o Imparcial da capital do Estado no ano de 1998, onde José Vieira teria pagado por aquela publicação, quando era prefeito de Bacabal, e que segundo Florêncio Neto em nenhum momento, o fato caracteriza improbidade administrativa e tampouco enriquecimento ilícito.
Com relação ao julgamento do pleno do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o grupo do prefeito José Vieira está confiante em mais uma vitória. Do Blog do André Araújo