GOVERNO DO MARANHÃO

GOVERNO DO MARANHÃO

.

segunda-feira, 8 de maio de 2017

CTA, POLICIA CIVIL (SENARC) E PMMA (DIAE) ERRADICAM MAIS DE CENTO E SESSENTA E SEIS MIL PES DE MACONHA NO INTERIOR DO ESTADO DO MARANHÃO E CUMPREM MANDADOS DE BUSCA E APREENSÃO EM CENTRO DO GUILHERME.



A Secretaria de Segurança Pública do Maranhão, através do Centro Tático Aéreo, Polícia Civil (Senarc) e Policia Militar (DIAE), realizou a Operação TARIM 02, quando foram cumpridos na manhã do dia 03 de maio, dois mandados de Busca e Apreensão na cidade de Centro do Guilherme, resultando na prisão de um dos principais traficantes da região, identificado como José de Ribamar da Silva Ribeiro, vulgo Zé Riba, além de armas, maconha pronta para o consumo e R$ 12.700,00 em espécie.


A missão faz parte da Operação Tarim 02, desencadeada pelo Centro Tático Aéreo, em conjunto com a SENARC e Polícia Militar (DIAE) no período de 01 a 08 de maio de 2017, nas cidades de Centro de Guilherme, Centro Novo, Maracaçumé e cidades circunvizinhas, pois a região é considerada grande produtora de maconha no Estado do MA.




A operação teve como objetivo o combate ao tráfico de entorpecentes, em especial, evitar que as plantações de MACONHA sejam colhidas e cheguem às pequenas e médias cidades do interior do Estado do Maranhão.


O CTA e a SENARC realizam operações periódicas de combate e erradicação de plantios de maconha, entretanto essa é a primeira operação desse porte, organizada com cumprimento de mandados de busca e apreensão.


O resultado foi a prisão de um dos principais responsáveis pelo plantio, bem como a erradicação de 166.066 (CENTO E SESSENTA E SEIS MIL E SESSENTA E SEIS) PÉS de MACONHA e apreensão de 08 armas de fogo de fabricação artesanal.


Caso esses 166.066 de pés de MACONHA fossem colhidos e prensados pesaria, aproximadamente, 33 (TRINTA E TRES ) TONELADAS. Portanto, a Operação TARIM 02 gerou um prejuízo, estimado, em R$ 13.000.000,00 (TREZE MILHÕES DE REAIS).



Durante a operação foram empregados o efetivo de 31 policiais, 01 helicóptero, com um total de 32,2 horas voadas, e 06 VTRs. A operação TARIM 02 foi a maior operação dos últimos 10 anos do CTA.