PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

quarta-feira, 18 de abril de 2018

SENARC DEFLAGRA OPERAÇÃO NO COHATRAC E PRENDE QUARTETO NA POSSE DE CERCA DE 1KG COCAÍNA E ARMA DE FOGO.

Compartilhar no WhatsApp

Durante operação realizada no bairro Cohatrac, com vistas a combater o narcotráfico na capital maranhense, a Polícia Civil, por intermédio da SENARC, prendeu na tarde de terça-feira, 17, Marcus Vinícius da Luz Moraes, Renato José Sá da Silva e Adalton Luís Nunes Oliveira no momento em que estavam saindo da residência do segundo indivíduo, situada na Rua 5, casa 13, Cohatrac 4, na posse de vários invólucros, de tamanho mediano, contendo COCAÍNA, pesando, aproximadamente, 700g  (setecentos gramas) e duas balanças de precisão.

Em ato contínuo, as equipes deslocaram até a casa de Marcus Vinícius, localizada na Rua 3, quadra 8, casa 51, Conjunto Itaguará II, onde foram arrecadados dois rádios comunicadores e um invólucro contendo cocaína, pesando cerca de 250g (duzentos e cinquenta) gramas. Sendo que, simultaneamente, outras equipes da SENARC realizaram buscas na oficina de lanternagem "Martelinho de Ouro", pertencente a Marcus Vinícius, situada na Estrada da Maioba, bairro Forquilha, onde estava o indivíduo Jhony Carlos Mendonça de Oliveira que, segundo os trabalhos investigativos, estaria associado aos demais presos na distribuição de drogas ilícitas nos bairros Cohatrac, Cohab e Turu. E nessa oficina foram apreendidos um revólver, calibre 32, uma munição do mesmo calibre, dois invólucros de Cocaína e uma balança de precisão.

Diante das circunstâncias fáticas apresentadas, o quarteto foi encaminhado à sede da SENARC, onde foram autuados em flagrante por prática dos crimes de tráfico ilícito de drogas, associação para o tráfico e posse irregular de arma de fogo de uso permitido.

Em decorrência da operação policial, também foram apreendidos R$ 1.822,00 em espécie, bem como 03 (três) veículos, quais sejam: a) Toyota Hilux, placa OJB-4436; b) Ford Fiesta, placa NMQ-5187; c) Moto CG 125, placa NWS-0813.


Em seguida, os autuados foram encaminhados ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde ficarão à disposição do Poder Judiciário. Ressaltando que, Renato José Sá da Silva já foi preso pela Polícia Federal, no ano de 2005, pelo crime de tráfico de drogas.