PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

quarta-feira, 11 de julho de 2018

MULHER GRÁVIDA PASSA MOMENTOS DE TERROR NAS MÃOS DE SEQUESTRADORES, EM BACABAL: SUSPEITA DIZ SER APAIXONADA PELO ESPOSO DA VÍTIMA

Compartilhar no WhatsApp

No começo da tarde desta quarta-feira (11), o COPOM “Centro de Operações da Polícia Militar” recebeu uma denúncia de que havia um automóvel abandonado as margens da BR 316, próximo ao bairro Alto Bandeirantes, e que dentro, tinha uma pessoa gritando e que se tratava de um possível sequestro.


A guarnição da Rádio Patrulha comandada pelo Sgt Veldeci foi acionada para que constatasse a veracidade da informação. Ao chegar ao local, foi constado que seria verídica a denúncia. O carro Ford/Fiesta, cor preta, NNI 1110 foi abandonado na BR, e dentro do veículo estava uma mulher grávida conhecida como Joyce, apenas de bermuda e sutiã, amarrada, amordaçada e com os olhos vendados em estado de choque.



Segundo informações, ela foi sequestrada pela manhã quando saia do supermercado, por dois indivíduos armados a mando de uma outra mulher que dizia ser apaixonada pelo marido da vítima.

No celular do esposo da vítima que não quis se identificar, foram encontradas fotos de Joyce dentro do carro e mensagens de ameaça de morte envidadas pela suspeita conhecida por Kely, que reside no Parque Rui Barbosa, em Bacabal. 

As mensagens foram enviadas às 11h15min..



A vítima passou mais de duas horas em poder dos bandidos.

“Eu estava no trabalho quando começou a chegar várias mensagens em meu celular vindas do celular da minha esposa dizendo que uma pessoa estava com ela na mão, que tinha sequestrado ela”, disse o marido da vítima.

“não parava de chegar mensagens, aí eu pedi para meu amigo que estava comigo vim olhar se achava ela na BR, já que nas mensagens dizia que tinham abandonado ela depois do Arco Iris”, relatou ele




Segundo ele, foram registrados vários boletins de ocorrências, tendo acontecido até mesmo audiência no fórum com suspeita de ser a mandante, e nenhuma providência foi tomada.


“Ela disse que é louca por mim e que eu tenho que ficar com ela. Se a justiça não tomar as providencias desta vez, eu vou tomar”, desabafou o esposo.

A polícia realiza rondas no sentido de prender os suspeitos.