,

,
VENHA DESFRUTAR DO QUE HÁ DE MELHOR EM LAZER DA SUA REGIÃO.

.

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

ASSISTA AO VÍDEO: CIGANA CONTA COMO TIROTEIO QUE TERMINOU COM 4 MORTOS E 3 FERIDOS COMEÇOU EM ALTO ALEGRE DO MA.

Compartilhar no WhatsApp




A noite sangrenta e de terror aconteceu na cidade de Alto Alegre do Maranhão, aonde em uma confusão entre ciganos terminou com 4 mortos e 3 feridos. Segundo informações de uma cigana que é mãe e avô de dois dos baleados, conhecida com Maria do Cordeiro, disse a nossa equipe de reportagem que tudo começou quando Altemir o ”Gordo”  de camisa rosa, embriagado foi fazer uma cobrança e teria ameaçado uma pessoa de morte e foi em casa pegar uma pistola, que seria do filho, o jovem não quis entregar a armar ao pai, que começou espanca-lo.
A mulher de Altemir foi intervir no espancamento do filho e também foi espancada pelo marido. Um dos ciganos morto no tiroteio que já tinha uma desavença com o Gordo foi tirar satisfação com o agressor. Foi ai então que começou o tiroteio, que deixou um saldo de 4 pessoas mortas e 3 feridos, sendo eles; Mateus Soares da Silva, Aldemir da Silva e Adriano Alves Castro e Irlan Alves de Castro. Os dois últimos irmãos. 




No local foram encontradas duas armas da marca Taurus, sendo 01(uma) .40,  modelo 940, com a numeração raspada e 01(uma) tipo 380, modelo PT59 de numeração KYB22085 e três carregadores sendo 02 (dois), 380, 01 (um) .40, 08 (oito) capsulas 380, 05 (cinco) munições intactas .40 e 11 munições intactas calibre 38.


Maria Cordeiro disse ainda que Altemir o ”Gordo”, emprestava dinheiro a juros e que sempre que iria cobrar ameaçava as pessoas, e que quando bebia se transformava.

Joaquim, Francisco Cordeiro e Francisco Cordeiro Neto, foram os três ciganos que deram entrada no Hospital Geral de Peritoró, alvejados no tiroteio. Os três estão internados no HGP. Segundo Dona Maria do Cordeiro, que se encontrava do Hospital, Dois ciganos conhecidos como Luciano e Pamonha tentaram invadir aquela casa de saúde pelos fundos, na tentativa de vingar a morte dos parentes, mas no local havia uma grande numero de policiais e, os mesmo desistiram da ação, segundo Dona Maria do Cordeiro.




Uma guarnição da Força Tática foi enviada até o local para garantir a segurança do local. Os facionários do hospital ficarão em pânico com a informação de que o hospital poderia ser invadido.


Os corpos foram encaminhados para o necrotério do Pronto Socorro de Bacabal, mas a direção na aceitou, já que os homicídios aconteceram na cidade de Alto Alegre do Maranhão e, a cidade tem hospital e necrotério.


Já por volta de 01 hora da madrugada, os corpos voltaram para a cidade de Alto Alegre do Maranhão em uma caminhonete. Até a ambulância do Hospital Regional de Alta Alegre do Maranhão teria sido negada para prestar socorrem as vitimas no momento da confusão, porque teria que falar com uma pessoa da direção do hospital para a mesma ser liberada. Foi preciso o Sargento da polícia militar falar que iria da ordem de prisão aos responsáveis que estavam no hospital para que a ambulância fosse liberada. 

Os ciganos alvejados no tiroteio continuam hospitalizados sobre escolta policial no Hospital Geral de Peritoró. 

Assista as reportagens:





Dona Maria do Cordeiro conta como tudo começou.