,

,
VENHA DESFRUTAR DO QUE HÁ DE MELHOR EM LAZER DA SUA REGIÃO.

.

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

VÍDEO:POLÍCIA CIVIL APRESENTA SUSPEITO DE ESTUPRAR E MATAR CRIANÇA EM URBANO SANTOS

Compartilhar no WhatsApp


IMG_0824

Doze pessoas foram autuadas em flagrante e presas por depredação de prédios da cidade de Urbano Santos.
Após trabalho investigativo, em decorrência do crime que chocou o estado, a Polícia Civil do Maranhão deflagrou uma operação que resultou na prisão de José Ribamar dos Santos Portásio, conhecido como “Digné”,26 anos, suspeito de estuprar e matar a menor de seis anos de idade, Maísa Moreno da Silva.
 “Digné” foi apresentado durante coletiva de imprensa realizada na tarde desta quarta-feira (25), no Auditório Leofredo Ramos, na Secretária de Segurança Pública (SSP), coordenada pelo gestor da pasta, Jefferson Portela, Augusto Barros, delegado- geral de Policia Civil, Dicival Gonçalves, superintendente de Polícia Civil do Interior e o titular da 2ª Regional de Itapecuru-Mirim, Albert Fontes.
O superintendente da SPCI,  Dicival Gonçalves informou, durante a entrevista, que foi montada uma força tarefa para esclarecer e elucidar o crime ocorrido na cidade de Urbano Santos. José Ribamar dos Santos em oitiva realizada nas dependências da regional de Itapecuru-Mirim, confessou ser o autor do estupro e homicídio da menor de seis anos de idade, Maísa Moreno da Silva. O crime ocorreu por volta das 21h do último sábado (21), naquela cidade quando José Ribamar, após ingerir bebida alcoólica e droga encontrou a menor Maísa andando pelas ruas da cidade.
Em decorrência disso, foi solicitada a prisão preventiva de “Digné” ao Poder Judiciário, pelo crime de estupro e morte de vulnerável e decretada pelo juiz Samir Araújo, titular da comarca de Urbano Santos,
O secretário da SSP repassou à imprensa, na coletiva, que 12 pessoas foram identificadas e autuadas em flagrante pelos crimes de dano qualificado ao patrimônio público, associação criminosa e incitação ao crime devido a depredação de prédios da cidade. Foram presos: José de Ribamar Dias Dutra, 40 anos; Adilson dos Santos Monteles, 39 anos; Talvane Moreno da Silva, 20 anos; Elimar da Costa Santos, 27 anos; Robert Richard dos Santos Silva, 18 anos; José da Costa dos Santos, 26 anos; Albert dos Santos Silva, 19 anos; Elias Dutra Santos, 20 anos; José Pedro Pereira da Costa Filho, 23 anos; Raimundo José Mendes Macedo, 21 anos; Ana Luzia da Costa dos Santos, 47 anos e Erdenia Pereira da Silva, 40 anos.
 O intuito dessa ação descabida contra os órgãos públicos era a destruição de processos criminais em trâmite. Os envolvidos na ação criminosa tentaram, ainda, libertar presos ligados com o tráfico e destruir provas processuais. Esse era o interesse central dos envolvidos. “Nós temos equipes das Polícias Civil e Militar que irão permanecer na região e o trabalho integrado das forças pela representação judicial e prisões dos foragidos. Não há espaço de fuga para eles”, declarou Jefferson Portela.
A Polícia Civil abrirá inquérito policial para identificar o mentor e os envolvidos na destruição do Fórum e do setor administrativo da Prefeitura de Urbano Santos. “A ordem é para que cada um dos que tomaram parte nesse movimento sejam responsabilizados. O cidadão precisa entender que existe a forma correta de reivindicar que a justiça seja aplicada”, informou Augusto Barros, delegado-geral da Polícia Civil.
Clara Fonseca / Ascom SSP
Vídeo da chegada de Digné: