PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

ASSISTA AO VÍDEO: JÚRI POPULAR DE HOMEM ACUSADO DE ASSASSINAR EX-COMPANHEIRA É ADIADO POR FALTA DE VIATURA E ARMAS PARA ESCOLTA DO RÉU.

Compartilhar no WhatsApp




Atualizado às 20:32 - 24 021 5


O júri popular de Ricardo Silva Carvalho acusado de tirar a vida da ex-companheira Glaucivanda Sousa Costa de 18 anos, estava marcado para acontecer nesta terça feira dia (24), mas foi adiando devido ao não comparecimento do advogado de defesa do réu,  e de Ricardo, já que a penitenciária aonde ele esta preso na cidade de Coroatá, alegou que a viatura não tinha gasolina para realizar a viagem até Bacabal e outra viatura estava quebrada, além de armamento adequado para realizar a escolta do preso até a cidade de Bacabal.



O juiz da 4ª vara do Fórum de Bacabal João Paulo Melo remarcou o júri para o dia 07 de abril. O juiz falou ainda que espera que isso não volte acontecer, já que para realizar um júri tem despesas e todo um aparamento é montado para a realização do mesmo. Além da frustração da família e do sofrimento de ambas as partes.


Disse ainda que o estado é principal responsável pelo acontecido, e que quanto ao advogado, ele irá perguntar se o mesmo ainda tem interesse em defender aquele que ainda é seu cliente, sim não, o réu tem o direito que contratar um novo advogado, e se não o fizer por não ter como pagar, o estado lhe dará um defensor público.

A família de Graucivanda ficou revoltada e pede que seja feita justiça. Além também tecer critica a segurança do estado.


A nossa equipe do blog conversou com a Mãe de Ricardo acusado de ter tirado a vida da ex-companheira Glaucivanda, e com a Mãe da vitima.
Maria da Conceição da Silva Costa - Mãe de Glaucivanda e Eliane Carvalho - Mãe de Ricardo

O juiz da 4ª vara João Paulo de Melo explica o motivo da não realização do júri.


A assista aos vídeos.

Entrevista com Eliane Mãe de Ricardo

Mãe de Glaucivanda

Juiz JOÃO PAULO MELO