,

,
VENHA DESFRUTAR DO QUE HÁ DE MELHOR EM LAZER DA SUA REGIÃO.

.

quarta-feira, 25 de março de 2015

BACABAL: SECRETÁRIO DE SAÚDE DO ESTADO DIZ QUE OS CULPADOS NO CASO DOS BEBÊS GÊMEOS SERÃO PUNIDOS

Compartilhar no WhatsApp



A Secretária de Saúde do Município de Bacabal, Márcia Regina, concedeu uma entrevista à equipe de reportagem da TV Mearim a filiada Band de Bacabal, e falou sobre o caso dos bebês gêmeos que morreram no último final de semana. Em sua fala Márcia Regina disse que a paciente e a família foram quem resolveram ir por conta própria para a cidade de Alto Alegre – MA. Porque o médico estava lá de plantão, e foi a paciente que não aceitou o atendimento.
Secretária de Saúde do Município de Bacabal, Márcia Regina.


A secretária disse ainda, que em uma sequência logica a paciente ficaria deitada no leito no Materno em Bacabal, até que fosse regulado um leito em São Luís, porque se caso ela fosse ter os bebês e tivesse complicações, teria o apoio da UTI neonatal, que no caso, Alto Alegre não tem, Piritoró não tem, e Coroatá não tem, e que só São Luís tem. É para lá que encaminhamos os nossos casos graves. 

Ela nos relatou que não ouviu ainda a equipe que estava de plantão, e que esta parte, está com a diretora da Maternidade Dra. Jane, e estamos montando um inquérito administrativo, e que só a partir dai, vamos tirar as conclusões do que de fato ocorreu.

Disse: Nós nos solidarizamos com a família, e que de nenhuma forma o hospital esta ali com o proposito de não atender, mas que Infelizmente isso culminou com a vida das duas crianças. 
Perguntamos a Secretária se para um paciente sair do hospital por contra própria ou da família, não teria que ter alguma assinatura dos familiares ou responsáveis, para que se por acaso acontecesse algo o hospital não fosse responsabilizado? E que Genésio da Silva marido da gestante teria falando que o médico foi quem mandou os familiares retirarem Ana Paula para o Hospital de Alto Alegre em um carro que não fosse à ambulância, porque se ambulância levasse corria o risco dela não ser atendida?

Ela respondeu em cima da situação este mérito do médico quem vai julgar é a justiça. Nós vamos julgar até que ponto teve a influência ou responsabilidade do Hospital. Estamos aqui para apoiar seja qual for a decisão, mas também defendendo claro, nossos serviços porque temos feito serviços bons, atendimentos bons, mas infelizmente esta situação aconteceu, e é muito chato para gente.

Perguntamos de novo se tinha algum documento assinado pelos os familiares da paciente?

A secretaria respondeu, que iria se reunir com a equipe dela, e que segundo o que está no relatório, é que a paciente não queria ser atendida pelo o médico e foi medicada. E se o médico falou de transferência para Alto Alegre, ele está errado, porque UTI neonatal só em São Luís. Ela também disse que ainda vai conversar com o médico.

Estas foram as palavras da Secretaria de Saúde do Município de Bacabal.

Já Genésio o pai dos gêmeos que morreram, assistiu a entrevista da Secretaria de Saúde Márcia Regina, na sala de edição da TV Mearim, e falou que está transtornado com que ele ouviu da Secretaria de Saúde. E disse que ela esta desinformada Ele voltou a afirmar que o médico e o enfermeiro teriam mandado a família levar a jovem gestante para o Hospital de Alto Alegre em um carro próprio. 




Genésio disse que em nenhum momento foi procurado pela Secretária de Saúde do Município de Bacabal, Márcia Regina. Mais que por volta das 13h30min de segunda feira (23), recebeu uma ligação do Secretario de Saúde do Estado do MA, Marcos Pacheco, que disse para ele que todos os culpados do Hospital do Estado iram ser punidos. Marcos Pacheco disse também, que o governador pediu que o caso fosse apurado. Porque em seu governo ele não aceita este tipo de coisa, que está disposição da família, e que quando vir a Bacabal vai visitar o casal.
Marcos Pacheco, Secretario de Saúde do Estado do MA

Já por volta das 19 horas de terça (24) em um programa local da prefeitura municipal de Bacabal, apresentado por Alberto Barros, Assessor de Comunicação da Prefeitura de Bacabal, a secretária de Saúde em uma entrevista falou que o médico William, foi afastado da Maternidade de Bacabal.

Esse não é o primeiro caso em que o médico foi está envolvido. Isto só aconteceu devido à pressão por parte da imprensa de Bacabal, TV Mearim, TV Difusora e através dos programas Ronda da Cidade, Cidade Viva, Ronda da Difusora e os blogs falandoseriobacabal e do Sergio Matias.