,

,
VENHA DESFRUTAR DO QUE HÁ DE MELHOR EM LAZER DA SUA REGIÃO.

.

terça-feira, 31 de março de 2015

DUZENTOS E NOVE MIL REAIS SÃO ENCONTRADOS COM QUADRILHA PRESA EM BACABAL E OLHO D'ÁGUA ACUSADA DE ASSALTOS A BANCOS E TRAFICO DE DROGAS NO MARANHÃO




Já na delegacia regional de Bacabal por volta das 15h desta terça feira (31), os delegados a Superintendência Estadual de Investigações Criminais, “SEIC” coordenada pelo delegado André Gossain, e com participação dos também delegados Carlos Alessandro, Valdenor Viegas, Ironeide Melo (16º Delegacia Regional de Bacabal), além de agentes do Serviço de Inteligência e investigadores da delegacia regional de Bacabal, apresentaram os suspeitos de fazerem parte de uma quadrilha na região do Mearim.


Segundo as policias esta quadrilha assaltava agências bancárias na região e tráfico de drogas era chefiado por Jose Orlando Babosa conhecido como “Deca”. Eles utilizavam esta afazenda como esconderijo. Com o bando a polícia encontrou R$ 209.000,00 (Duzentos e nove mil reais).




Na fazenda Campo Alegre a aproximadamente 20 km da cidade de Bacabal, foi encontrado um laboratório de refino de cocaína, no local muito produto químico utilizado para refinar a droga. Além de pistolas sendo uma de uso restrito das forças amadas da China, muitas munições, vários celulares, 5 carros, 1 moto e uma grande quantidade em dinheiro que estava em uma sacola.


Nesta operação foram conduzidos 7 pessoas, que segundo a polícia, eles faziam parte da uma quadrilha. eles foram identificados como:

José Orlando Babosa conhecido como “Deca” Chefe do Bando.

Francisco Babosa, irmão de “Deca”


Noberto Alencar Medeiros Filho, “O Gordinho”.  Segundo a polícia, ele era o braço direto de “Deca”, e era um dos encarregados de fazer o transporte das drogas e dava suporte para a quadrilha.


Leandro é outro irmão de “Deca”, Também se encontrava na residência no momento das prisões, foi detido, mas como não foram encontradas evidências de seu envolvimento com a quadrilha, foi liberado na delegacia, entretanto, será investigado.

Elane Cristina, segundo informações das policias, ela levava as informações para a quadrilha e também fazia a entrega da droga. Elane é mulher de um policial militar lotado no 15º BPM/Bacabal, e segundo informações ela seria amante do chefe da quadrilha “Deca”

Segundo informações do advogado de Leandro irmão de “Deca”, a fazenda era de um deputado da Paraíba, Aluísio Campo, que morreu há aproximadamente 10 anos. O mesmo não tinha familiar, e deixou um testamento passando a fazenda para uma ONG, mas na época o pai de “Deca” já era gerente da fazenda, e como direito trabalhista ganhou uma parte das terras e a fazenda ficou sendo utilizada pro Cícero Babosa pai de “Deca”.

Já por volta das 22h todos os integrantes foram ouvidos e autuados nos seguintes crimes:
Tráfico de drogas, porte ilegal de armas, associação ao crime, corrupção de menores, entre outros crimes.

Todos os evolvidos iram ser levado para o presídio de Pedrinhas em nossa capital na manhã desta quarta feira (01)


Desde agosto de 2014 quando o delegado Carlos Alessandro foi empossado delegado regional de Bacabal, que ele vinha com apoio do DEIC, investigado uma quadrilha da cidade de Olho d’águas das Cunhas.