,

,
VENHA DESFRUTAR DO QUE HÁ DE MELHOR EM LAZER DA SUA REGIÃO.

.

terça-feira, 3 de março de 2015

MISSA DE UM ANO DA MORTE DE MARIA RITA FOI CELEBRADA NA IGREJA DO ASSENTAMENTO ESPERANÇA

Compartilhar no WhatsApp




O crime aconteceu na manhã do dia 27 de fevereiro de 2014, segundo a polícia civil, Teixeirinha teria premeditado toda ação criminosa, já que o mesmo de posse de um revólver foi até o povoado onde Maria Rita morava com as duas filhas. Ao ver a ex-esposa, Teixeirinha teria dado início a uma discussão onde usando de toda sua covardia atirou a queima roupa em sua ex-companheira.



Maria Rita ainda tentou fugir, mas ao ser atingida por um tiro nas costas não teve forças para se desvencilhar de seu assassino, que mesmo vendo a ex-companheira ferida e de joelhos, atirou mas uma vez, tirando covardemente à vida de Maria Rita que morreu aos 32 anos de idade


Após matar ela, Teixeirinha fugiu, mas acabou sendo preso um mês depois por uma equipe da policia civil, que foi comandada pelo então Delegado Regional Carlos Alessandro. O assassino de Maria Rita foi encontrado em um bar que fica localizado no bairro Novo Brasil em Parauapebas no estado do Pará. Ao efetuar a prisão de Teixeirinha o delegado Carlos Alessandro disse que chegou a se surpreender com tamanha frieza, demostrada pelo assassino.


A missa de um ano de Maria Rita foi cercada por dor e comoção, Dona Maria Verônica disse que mesmo com a prisão de Teixeirinha, a dor da perda de sua filha é uma ferida que nunca irá cicatrizar.




Assista a matéria produzida por Nando Sousa:




Veja também: