PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

terça-feira, 3 de março de 2015

Morre o cantor sertanejo José Rico, aos 68 anos

Compartilhar no WhatsApp

A dupla sertaneja Milionário & José Rico, durante a 57ª Festa do Peão Boiadeiro de Barretos, na cidade de Barretos (SP), em 2012

José Rico, da dupla sertaneja com Milionário, durante a 57ª Festa do Peão Boiadeiro de Barretos, na cidade de Barretos (SP), em 2012 - Paduardo/Futura Pres.

O cantor sertanejo José Rico, 68 anos, que fazia dupla com Milionário, morreu nesta terça-feira, em Americana, no interior de São Paulo. A informação foi divulgada pela assessoria de impressa da dupla. Segundo a página da dupla no Facebook, o cantor foi internado nesta manhã com problemas cardíacos e nos rins e não resistiu.
Rico nasceu José Alves dos Santos, em São José do Belmonte, Pernambuco, mas foi criado em Terra Rica, no Paraná. Ele formou dupla com Romeu Januário de Matos, o Milionário, na década de 1960. Antes de virar cantor, ele sonhou com a carreira de jogador de futebol e nas últimas eleições se candidatou ao cargo de deputado federal em Goiás, pelo PMDB, mas não se elegeu. 
O cantor José Rico candidato pelo PMDB-GO

O primeiro disco da dupla foi lançado em 1973. As boas vendas garantiram ao trabalho homônimo um Volume 2 apenas dois anos depois. Destes trabalhos são musicas como Coração de PedraIlusão Perdida e Dê Amor Para Quem Te Ama. Durante a década de 1970, os sertanejos lançaram um disco por ano e consagraram seu principal hit em 77: a canção Estrada da Vida, que mais tarde deu origem ao roteiro do filme de mesmo nome, dirigido por Nelson Pereira dos Santos, em 1980.
Milionário e José Rico cantando no show "Emoções Sertanejas", em homenagem aos 50 anos de carreira do cantor Roberto Carlos, no Ginásio do Ibirapuera, em 2010

O chapelão, a camisa aberta e as correntes de ouro marcaram o estilo ostentação dos cantores, que passaram um período separados entre 1991 e 94. O retorno foi marcado pelo lançamento do 21º disco da carreira, o primeiro em formato de CD, Nasci Para Te Amar. A dupla permanecia junta até os dias de hoje e lançou, em 2009, o álbum Atravessando Gerações.

A linha do tempo da música sertaneja

1 de 8

Sertanejo raiz - Tonico e Tinoco

Acredita-se que a música sertaneja nasceu na década de 1910, a partir de gravações feitas pelo escritor Cornélio Pires, que contava seus "causos" do interior paulista. Na década de 1930, o gênero já tinha representantes populares, como os irmãos paulistas Tonico e Tinoco, que cantavam a vida da roça ao som de violas. Durante a carreira, a dupla gravou 83 álbuns, vendeu mais de 150 milhões de cópias e lançou sucessos como Tristeza do Jeca, Chico Mineiro Pinga Ni Mim. A parceria acabou com a morte de Tonico, em 1993, aos 73 anos, vítima da queda de uma escada. Tinoco seguiu carreira-solo até o final da vida, apesar de o sucesso ter diminuído ao longo dos anos.
Da Veja