,

,
VENHA DESFRUTAR DO QUE HÁ DE MELHOR EM LAZER DA SUA REGIÃO.

.

terça-feira, 28 de abril de 2015

O SINDICATO DOS URBANITÁRIOS DO MARANHÃO CONVIDA PARA REUNIÃO DO MOVIMENTO CONTRA A PRIVATIZAÇÃO DOS SERVIÇOS DE ÁGUAS E ESGOTOS DO MUNICÍPIO DE BACABAL HOJE DIA 28.




C O N V I T E

O Sindicato dos Urbanitários do Maranhão - STIU/MA convida essa entidade representativa da sociedade civil organizada, para uma reunião que realizar-se-á no dia 28/04/2015, às 19h00min, na ARSSEA (Associação dos Servidores do Serviço de Água), localizada na Rua Carlos Pereira, S/N, Centro - Bacabal-MA, onde daremos prosseguimento ao processo organizativo do Movimento contra a Privatização dos Serviços de Águas e Esgotos do Município de Bacabal.
Essa reunião leva em consideração a deliberação tomada no dia 10/04/2015, onde teve a participação massiva de entidades e da sociedade civil bacabalense, contrárias à entrega dos serviços de águas e esgotos à iniciativa privada, que só visam lucros, deixando os prejuízos para os trabalhadores, com o desemprego e, para a sociedade com o aumento exorbitante das tarifas e da cobrança pelos serviços, como vem acontecendo nos municípios de São José de Ribamar e Paço do Lumiar, onde a empresa que assumiu a Concessão dos serviços (Odebrech Ambiental) cobra tarifa aumentadas que variam de 48% a 96% daquelas que eram praticadas pela Empresa estadual (CAEMA), e que em Santa Inês que está lutando para retomar os serviços para entregar à iniciativa privada, já aumentou assustadoramente a tarifa que será praticada quando a empresa privada assumir, ou seja, a parcela menos favorecida da sociedade, aquela que consome até 10m³, que é a taxa mínima, aumentou em 101%, o valor das tarifas.
Por isso, é de suma importância a sua participação, para que juntos possamos discutir e buscar, de forma conjunta, soluções para prestação dos serviços de saneamento, onde a população seja priorizada, deixando de ser mero mercado para a iniciativa privada e para aqueles detentores de mandatos outorgados pelo voto, que se colocam contra a sociedade, privatizando seus serviços.


A Diretoria