.

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

ASSISTA A REPORTAGEM: PRESOS EM SÃO MATEUS NO MARANHÃO SUSPEITOS DE ASSASSINAREM POLICIAL MILITAR DO PARÁ EM TERESINA





As policias civil e militar da cidade de são Mateus realizou a prisão de Samuel Cruz Santos e de sua companheira Nilcélia de Sousa Silva, por volta das 17 horas desta quarta feira (5), em São Mateus do Maranhão, onde o casal havia acabado de chegar de Goiânia.


Samuel Cruz dos Santos, 30 anos, tem vários mandatos de prisão em aberto, por assaltos a bancos e por violentar sexualmente aproximadamente 20 mulheres, além do homicídio de um policial, dentre vários outros crimes.

Samuel e da cidade Parauapebas, no estado do Pará, e segundo informações dos policiais civis, Samuel também e fugitivo do presídio de Parauapebas, onde o mesmo teve a fuga facilitada por sua atual companheira Nilcélia, que na época era Agente Prisional.


Nilcélia e Samuel foram apresentados na delegacia de policia da cidade de Bacabal, e na tarde desta quinta feira (6), os dois foram transferidos de avião para São Luís.


Samuel Cruz foi preso utilizando uma identidade falsa no nome de Edvan Lima dos Santos. Com a companheira dele Nilcélia, os policiais encontraram a carteira de Agente Prisional, sendo assim mais uma agravante para ela, já que ela foi exonerada do cargo por suspeita de ter colaborado para a fuga de Samuel, quando ela na época ainda era diretora do presídio.

Nilciléia tinha um mandato de prisão temporário expedido pela justiça de Teresina-PI, por conta da morte do marido, policial militar paraense Maycon Wellington Teixeira da Silva no último dia 17 de julho em Teresina, e onde ela segundo as investigações é a mandante do crime.



Também segundo a polícia há um terceiro envolvido na morte do policial e que também é integrante dessa associação criminosa conhecido por Eliseu Silva Rangel.

Com eles também as policias apreenderam um veículo Gol da cor cinza, placas MVZ-4898, e que constatado que o carro é produto de roubo.


Segundo o delegado Danúbio Dias que preside o inquérito está providenciando o recambiamento e terá um forte de esquema de segurança, já que o Samuel e o Eliseu já haviam sido presos e foram resgatados de dentro do presídio de Parauapebas, destacou o delegado.

Maycon Wellington Teixeira foi assassinado com tiros de arma de fogo na Avenida Miguel Rosa, na zona sul de Teresina, enquanto ia para um culto. Segundo a Polícia, ele mantinha uma relação amorosa com Nilcéia e foi morto por ter conhecimento de crimes praticados pelos criminosos.



A qualquer momento novas informações...

Assista a reportagem.