,

,
VENHA DESFRUTAR DO QUE HÁ DE MELHOR EM LAZER DA SUA REGIÃO.

.

quinta-feira, 24 de março de 2016

DOCUMENTOS APREENDIDOS NA LAVA JATO TRAZEM 'REGRAS' DE TORNEIOS



Documentos indicam 'regulamentos' de torneios de futebol e tênis. 
'Normas' falam de escalações, penalidades e percentuais de participação.

Adriana Justi e Aline PavaneliDo G1 PR e da RPC


Documento traz "normas' para torneio de futebol  (Foto: Reprodução )Documento traz "normas' para torneio de futebol (Foto: Reprodução )
Documentos apreendidos pela Polícia Federal (PF) na residência do presidente da Construtora Norberto Odebrecht, Benedicto Barbosa da Silva Junior, trazem "regulamentos" de torneios de futebol e tênis chamados de "Sport Club Unidos Venceremos" e "Tatú Tênis Clube (TTC)".
O presidente da empresa foi preso temporariamente na 23ª fase da Operação Lava Jato e liberado posteriormente pela Justiça.
Os materiais apreendidos pela PF constam em um processo de busca e apreensão da 23ª fase que, depois de terem sido divulgados na imprensa, o juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato em primeira instância, determinou o sigilo.
Ao G1, a Odebrecht informou, em nota, que "Benedicto Junior prestou todos os esclarecimentos em sua oitiva". A PF não se manifestou sobre o assunto.
No caso do Sport Club, a "escalação" cita sete jogadores principais: Paulistano, Mineiro, Baianinho, Paulista, Carioquinha, Júnior e Novo Baiano. "Todos terão a mesma (remuneração) participação independente de serem titulares ou não durante os jogos", diz uma das "regras" do documento.
O documento informa ainda que "os jogadores do SPORT aceitarão uma participação de, no mínimo, 60% (sessenta per cento) do valor total do bicho pago por jogo, para os jogos da Federação Regional e, 40% para os jogos da Federação Nacional levando-se em conta as taxas locais e cotas para os adversários".
O "regulamento" também diz que qualquer jogador pode se retirar do Sport a qualquer momento desde que: "Ajuste suas despesas em débito com o Sport, quitando financeiramente os credores com remuneração calculada em uma rentabilidade de 20% do valor de atualização do débito e, não atue contra o Sport em jogos já programados nos próximos 24 (36) meses".
Outro trecho do documento fala sobre a penalização em caso de derrota. "Em caso de derrota que ocasione a perda da cota do jogo pelo SPORT, esta poderá ser descontada dos jogadores que pediram para ser escalados, após a análise da maioria dos jogadores sobre as condições do jogo e principalmente da atuação do time titular".
Documento indica "normas" de torneio de tênis  (Foto: Reprodução )"Normas" de torneio de tênis constam em documento apreendido (Foto: Reprodução )
Já o documento que fala do "Tatú Tênis Clube (TTC)", indica cinco jogadores principais: Guga, Beker, Koock, Kirmyer e Oncins. Uma das primeiras "regras" destaca que "os jogadores irão trabalhar unidos para que os próximos campeonatos, nos âmbitos nacional, estadual e municipal, sejam organizados e dirigidos pelo TTC e que toda a renda dos jogos sejam revertidos para o TTC". O documento indica ter sido criado em 11 de fevereiro de 2004.
Uma das "normas" informa que "independente das vantagens apresentadas por cada jogador, deverá haver equilíbrio nas escalações para que todos possam atuar como titular a cada rodada de até 3 (três) jogos, bem como, na participação nas rendas dos jogos".
Em caso de vitória, diz outra "regra", os titulares terão direito ao valor integral da cota destinada ao TTC, que será creditada numa conta corrente a ser acertada ao longo dos próximos jogos com os demais jogadores.
O documento também traz em anexo um modelo de termo e transferência dos jogadores.
Documento mostra modelo de "termo e transferência" (Foto: Reprodução)"Termo e transferência" consta em documento apreendido pela PF (Foto: Reprodução)