.

quinta-feira, 3 de março de 2016

PROGRAMAS CNH JOVEM E CNH RURAL VÃO OFERECER, GRATUITAMENTE, MAIS DE 5 MIL HABILITAÇÕES


Para participar do programa, os interessados devem se enquadrar nos critérios estabelecidos.


CNH



O Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA) realizou nesta quinta-feira (3), assembleia geral com as autoescolas e clínicas credenciadas ao órgão, para apresentar em detalhes a operacionalização este ano do CNH Jovem e do CNH Rural. Os dois programas do governo do Estado irão oferecer em 2016 mais de cinco mil CNHs gratuitas para estudantes de escolas públicas e trabalhadores rurais de baixa renda.

Os projetos foram lançados ano passado pelo governador Flávio Dino. O primeiro proporcionou a mais de 2000 jovens o acesso à Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Já o segundo foi aprovado em outubro pela Assembleia Legislativa.

O CNH Rural vai custear carteiras de habilitação na categoria A (motos), para trabalhadores rurais com mais de 21 anos. Nesse primeiro ano do programa serão oferecidas 2.100 vagas, distribuídas nos 14 territórios rurais do Maranhão, sendo 150 vagas para cada região. As inscrições para o programa começam a partir do dia 2 de maio.

Ao custear os cursos teóricos e práticos para obtenção da CNH de trabalhadores rurais de baixa renda,o governo do Estado espera elevar o número de condutores habilitados nessas regiões, onde há grande concentração de motociclistas dirigindo irregularmente. “Por meio do CNH Rural, vamos levar mais segurança para o trânsito nas cidades do interior do estado, onde é alta a incidência de acidentes de trânsito com moto. Esses acidentes envolvem, muitas vezes, motociclistas não habilitados”, destaca o diretor-geral do Detran, Antonio Nunes.

CNH Jovem
Outra novidade apresentada foi a ampliação do CNH Jovem. O programa vai oferecer este ano três mil CNHs gratuitas, nas categorias A, B ou AB, para jovens de até 21 anos que fizeram todo o Ensino Médio em escolas públicas. O programa arca com todos os custos, desde os cursos teóricos até a emissão da CNH. No ano passado, cerca de dois mil estudantes foram contemplados pelo programa.

Além de ter, no máximo, 21 anos e ter cursado todo o Ensino Médio na rede pública, o estudante candidato às vagas no CNH Jovem precisa ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Os estudantes que obtiveram as melhores notas no Enem de 2015 concorrem à metade das vagas do programa. As outras 1.500 vagas serão distribuídas por meio de sorteio público, realizado pela Caixa Econômica Federal (CEF), através da loteria federal.

As três mil novas vagas do CNH Jovem serão liberadas no próximo período de inscrições para o programa, previsto para agosto deste ano.

Durante a assembleia geral também foi anunciada a revisão dos valores repassados pelo Detran para financiar os cursos nas autoescolas e exames nas clínicas médicas e psicológicas, a serem executados a partir de 2016. “Nossa previsão é que, a cada ano, seja feita a revisão dos valores repassados às empresas credenciadas, aumentando esse repasse, para que os programas sociais do Detran possam ser executados corretamente”, disse o chefe da Controladoria do Detran, Paulo Ramos. (Do o imparcial)