PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

segunda-feira, 3 de outubro de 2016

POLÍCIA MARANHENSE IDENTIFICA 93 ENVOLVIDOS NOS ATAQUES EM SÃO LUÍS

Compartilhar no WhatsApp
  
foto_handsonchagas-ssp-apresentou-envolvidos-nos-ataques-em-sao-luis-4

As polícias Militar e Civil do Maranhão já identificaram 93 envolvidos nos ataques a ônibus e escolas em São Luís. São 27 adolescentes apreendidos e 66 adultos, dos quais, 31 foram presos em flagrante nas ruas de São Luís e 35 eram detentos do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, que foram identificados como mandantes e separados do restante dos presos. Desses, 23 foram transferidos para o Presídio Federal de Mossoró-RN.
Na tarde deste domingo (2), mais oito acusados foram apresentados na Superintendência Especial de Investigação Criminal (Seic). Eles foram presos em flagrante no sábado (1°) e na manhã de domingo (2). A polícia também apreendeu três menores de idade, que serão encaminhados para regime de internação, para cumprimento de medidas socioeducativas.
Durante a apresentação dos acusados, o secretário de Estado da Segurança Pública, Jefferson Portela reforçou o trabalho da polícia para combater as práticas criminosas. “Não haverá limite para a transferência de presos do Maranhão para presídios federais. O que vale é a força da lei”, afirmou.
O comandante da Polícia Militar do Maranhão, coronel Frederico Pereira relembrou que há um trabalho de inteligência que garante a efetividade das operações policiais. “Nossas células de inteligência trocam informações e atuamos em conjunto para dar garantia ao cidadão de bem”, disse o coronel Pereira.
Suspeitos apresentados
Gustavo Taylon Santana de Sousa Gonçalves, preso em flagrante no início da manhã deste domingo, por tentativa de ataque ao centro educacional Juvêncio Matos no Tibiri. Com ele foi encontrado combustível.
Benedito Ferreira França Filho, Julio Israel Abreu Braga, Maxsuel Nascimento Brito (foragido), Marcos Vinícius Rocha Ferreira (foragido), presos em flagrante ontem por tentativa de atentado no São Bernardo.
Mateus Sousa Garcês, preso em flagrante na madrugada de ontem em uma barreira policial, portando arma e combustível em seu carro.
Emerson Silva Mafra, vulgo “Neguinho” e Danrley Pereira Boaes, presos em flagrante na Vila Luizão às 8h de domingo, juntamente com mais três menores, suspeitos de apagão no bairro e incêndio parcial à escola União dos Moradores.