quarta-feira, 8 de julho de 2020

EM AÇÃO RÁPIDA, POLICIAIS DO 15 BPM PRENDEM DOIS SUSPEITOS DE HOMICÍDIOS EM BACABAL

Atualizado 

“Jamanta” conduzido como suspeito do crime de homicídio de Eliézio Alves de Carvalho, morto na noite de terça-feira (7), na área do Terminal Rodoviário com uma facada no peito, foi posto em liberdade, após ser ouvido e negado a autoria do crime, no entanto, a polícia investiga o caso para esclarecer se ouve ou não a participação dele no assassinato, visto que na tarde desta quinta-feira (9), uma equipe de investigadores coordenada pelo Delegado Regional Carlos Renato, da 16ª DRP de Bacabal, fez a prisão do Gerlan Santos Silva, que confessou a autoria do homicídio, relatando legítima defesa. Geranl foi agarrado na Rua da Paz, na Vila Coelho Dias.

Os dois presos tem passagens pela polícia por homicídio e tentativa de homicídio.

Lucas e Jamanta


Em uma rápida ação, policiais do Serviço de Inteligência (SI), do 15º BPM de Bacabal, com apoio de outras guarnições conseguiram prender dois suspeitos da prática de dois homicídios ocorridos na terça-feira (7).

Lucas Pereira da Silva, foi o primeiro a ser capturado. Ele é suspeito da morte de um homem que foi encontrado no bairro Trizidela, boiando dentro d'água em meio aos entulhos.


A prisão ocorreu logo que o SI, tomou conhecimento do fato. O suspeito foi apresentado da delegacia por volta das 20 horas, depois de sua prisão no bairro onde aconteceu o crime.


A vítima ainda não foi identificada.

O conduzido já tinha passagem por tentativa de homicídio.


Suspeito do 2 homicídio

“Jamanta” foi preso por volta das 10h30, desta quarta-feira (8), também por policiais do Serviço de Inteligência (SI) na Vila Jurandir em Bacabal, através de informações de populares.




“Jamanta” que já cumpriu pena pelo crime de homicídio. É acusado da morte de Eliézio Alves de Carvalho, morto na noite de terça-feira (7), na área do Terminal Rodoviário com uma facada no peito.


Ambos viviam na Praça próximo ao Terminal Rodoviário onde vários moradores de rua se aglomeram para fazer uso de drogas e bebida alcoólica.


Jamanta foi apresentado na delegacia e ficou à disposição da Polícia Judiciária.