terça-feira, 9 de fevereiro de 2021

NOTA DE REPÚDIO


É com consternação que a Ordem dos Advogados do Brasil- Subseção Bacabal recebeu a notícia do homicídio de Marcos Marcondes Nascimento Filho (02/02), de 40 anos, que foi retirado abruptamente do seu ambiente de trabalho por agentes do Estado, tendo sua vida ceifada com requintes de crueldade e sido encontrado num matagal na zona rural da cidade de São Luís Gonzaga do Maranhão. 

 

No tocante à testemunha José Ribamar Neves que ontem (08/02) foi ouvido pela autoridade Policial Civil e o Dr. Jefferson Portela- Secretário de Segurança, onde afirma que foi torturado e presenciou o homicídio Marcos Marcondes Nascimento Filho deve ser garantida toda proteção e assistência do Estado do Maranhão. Tal proteção a testemunha visa prioritariamente à integridade física e psicológica, bem assim deve ser estendida aos seus familiares.

 

A Polícia Militar, como representação do Estado, não pode tolerar que uma minoria tente agir em desconformidade ao seu regimento e código de disciplina. A situação requer a devida e rigorosa apuração das condutas dos agentes do Estado que agiram em desconformidade com os direitos dos cidadãos, pois deveriam ter apresentado-os à autoridade Policial competente.

 

É hora de uma firme resposta a todos, pois a sociedade clama pelo retorno da tranquilidade e punição exemplar administrativa, cível e criminalmente de todos os envolvidos.

 

A Ordem dos Advogados do Brasil- Subseção Bacabal repudia qualquer ato que afronte os direitos dos cidadãos e que atinge toda a sociedade

 

Respeitosamente a Ordem dos Advogados do Brasil- Subseção Bacabal presta as sinceras condolências e externa os pêsames à família do Sr.  Marcos Marcondes Nascimento Filho, solidariza-se com a dor, a perda prematura e violenta do seu ente querido.