,

,
VENHA DESFRUTAR DO QUE HÁ DE MELHOR EM LAZER DA SUA REGIÃO.

.

sábado, 5 de setembro de 2015

REFÉM CONTA QUE HOMEM FUGIA DA POLÍCIA





Fugitivo e o morador de rua que tentou impedir a ação morreram em frente a Catedral da Sé

Dois homens morreram baleados na tarde desta sexta-feira (4) nas escadarias da Catedral da Sé, no centro de São Paulo / Marcelo S. Camargo/Frame/Folhapress
Dois homens morreram baleados na tarde desta sexta-feira (4) nas escadarias da Catedral da Sé, no centro de São PauloMarcelo S. Camargo/Frame/Folhapress



A balconista que foi feita refém nas escadarias da Catedral da Sé, no centro da capital, disse que o responsável pelo crime parecia estar fugindo da polícia.



Elenilza Mariana de Oliveira Martins falou nesta noite por telefone com a reportagem da Rádio Bandeirantes.


Policiais matam homem que mantinha mulher refém / Marcelo Brammer/Brazil Photo Press

Luiz Antônio da Silva abordou a vítima no interior da igreja e ordenou que ela saísse junto com ele. O suspeito usou a vítima como escudo sob a mira de policiais militares, que já estavam a postos.
De repente, um morador de rua que assistia ao conflito correu em direção aos dois e tentou desarmar o homem, mas foi baleado pelo criminoso. Francisco Erasmo Rodrigues de Lima, de 61 anos, morreu no local.

Nesse momento, a vítima conseguiu sair das mãos do suspeito, e os policiais militares abriram fogo.

Luiz Antônio, que já tinha passagem pela polícia por pelo menos oito crimes, também morreu no local.

O segurança da Catedral da Sé, João do Nascimento, conta que um grupo de cerca de 80 crianças visitava a igreja no momento do tiroteio. A Polícia Militar diz que os agentes atiraram por haver risco de morte.

Segundo a corporação, o local já estava cercado para negociação de liberação da refém, mas o morador de rua conseguiu furar o bloqueio.

A balconista Elenilza de Oliveira ficou machucada no olho e na cabeça, mas passa bem. 

Cenas fortes

Imagens exclusivas mostram com nitidez os momentos de terror que aconteceram na frente da Catedral da Sé. Um homem rendeu uma mulher que ia para a igreja e acabou sendo morto depois de ter matado um morador de rua que salvou a vítima.