PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

VÍDEO: “ESTOU VIVA” MULHER DESCOBRE QUE MORREU HÁ 36 ANOS AO DÁ ENTRADA EM APOSENTADORIA, EM BACABAL.

Compartilhar no WhatsApp




“Eu continuo viva” Disse Maria da Conceição da Silva Sousa, de 61 anos de idade, moradora da cidade de Bacabal, na Rua Travessa Teixeira de Freitas, que era tida como morta. A morta viva, Maria da Conceição, se dirigiu a uma Agência do INSS, em Bacabal, para dar entrada na aposentadoria. Mas acabou tendo uma enorme surpresa, ao dá entrada nos documentos para o pedido de aposentadoria. Um agente do INSS relatou a mesma, que para o órgão, a mesma teria falecido, no dia 25 de fevereiro de 1980, isso mesmo, há 36 anos, no povoado Moitas, município de Arari, interior do Maranhão. Segundo constava no seu atestado de óbito.


Maria da Conceição da Silva Sousa foi instruída a procurar a delegacia para registrar um B.O. “Boletim de Ocorrência”, e assim a mesma fez, e na Delegacia de Policia de Bacabal, ela registrou o caso.  No B.O, ela acusa seu ex-marido, identificado como Raimundo Dário de Sousa, de 70 anos de idade, que seria a pessoal responsável pela falsa comunicação de morte.

Segundo ela, ele esteve no ultimo final de semana em Bacabal, chamado a mesma para entrar em acordo. O caso será investigado pela Policia Civil e Raimundo Dário de Sousa, será intimado para esclarecer o fato.

Assista a reportagem produzida pelos repórteres Ray Lima e Anselmo Sousa.