.

quarta-feira, 13 de abril de 2016

APÓS SE ENTREGAR A POLÍCIA, ACUSADO DE ESQUARTEJAR ADOLESCENTE EM PEDREIRAS CONFESSA O CRIME




José Antônio de Sousa, vulgo ‘Toinho’, de 20 anos de idade, se entregou a Polícia na manhã desta quarta-feira (13), após comparsa, o menor W. S. G. de 16 anos, que também participou da barbárie telo denunciado pelo esquartejamento do menor Manoel Messias da Silva, de 14 anos de idade.
Toinho foi apresentado na 14ª Delegacia Regional de Pedreiras e, em seu depoimento à polícia, Toinho confessou o crime monstruoso praticado contra o menor. Com ele foram apreendidas as duas armas brancas usadas para esquartejar a vítima. Segundo informações, a morte do garoto teria sido motivada por dívida de drogas.

Braços, pernas, cabeça e o pênis foram separados do tronco. A região do abdômen dele estava aberta com as vísceras expostas. O coração do adolescente foi arrancado e deixado próximo a uma residência há cerca de 100 metros do local onde as partes do corpo foram encontradas, em um local de difícil acesso, um matagal, na zona rural da cidade.
O acusado do assassinato se encontra preso em Pedreiras à disposição da Justiça.