,

,
VENHA DESFRUTAR DO QUE HÁ DE MELHOR EM LAZER DA SUA REGIÃO.

.

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

SUSPEITOS DE CRIME BÁRBARO SÃO PRESOS PELA POLÍCIA CIVIL EM SANTA INÊS



Dando continuidade na eficiência de suas investigações, a Polícia Civil por meio da Delegacia Regional de Santa Inês, prendeu na tarde do último domingo (20); Almir Carvalho (28); João Batista Madeira Diniz, (31); Domingos Silva Rodrigues, (23) e Jonathan Ferreira dos Santos, (19), suspeitos de participarem de um crime bárbaro que chocou a cidade de Santa Inês.

O delito ocorreu no bairro Canaã e teria sido motivado por desavenças entre os suspeitos e o irmão da vítima, conhecido como Jaiminho. De acordo com delegado Ederson Martins, os suspeitos após fazerem uso de bebidas alcoólicas, deslocaram-se até a residência da vítima, identificada como Antônio da Silva (46), para acertar contas com seu irmão.
Foto: Agorasataines

Ao fazerem buscas no interior da residência, não obtiveram êxito na busca do seu alvo (Jaiminho), então, deram início as agressões a vítima com vários golpes de arma branca. O delegado descreveu o fato como algo bárbaro e cruel, sem possibilidade de defesa por parte do vitimado, ao ponto de dilacerar sua cabeça. No momento do crime, estavam de posse de facas e facões.
As equipes da Polícia Civil com apoio da Polícia Militar conseguiram prender de imediato João Batista e Domingos Silva, ambos envolvidos diretamente com o caso, em seguida foi concretizada a prisão de Almir Carvalho, o qual deu auxílio aos demais.
Com as inquirições da Polícia Civil, foi preso na última terça-feira (22), Jonathan dos Santos que estava escondido na residência de familiares. 
Agora Santa Inês - Polícia Civil prende quarto elemento que teria participado de assassinato brutal do bairro Canaã
Jonathan dos Santos
As averiguações estão ainda em andamento no intuito de localizar o quinto envolvido, identificado apenas como Gustavo, que se encontra foragido. Os suspeitos foram autuados em flagrante delito pelo crime de homicídio qualificado. 
Por: Anselmo Oliveira/ASCOM SSP