.

sábado, 29 de julho de 2017

MORADORES RECLAMAM DA ESCURIDÃO NO POVOADO ALTAMIRA, ZONA RURAL DE BOM LUGAR.



Até o último dia de 2014, eram as próprias concessionárias de energia responsáveis pela manutenção da rede de iluminação pública nas cidades. Mas, a partir do dia 1º de janeiro de 2015, entrou em vigor a resolução da Aneel que transferiu toda a responsabilidade da iluminação pública das vias para os municípios, ficando assim atribuída aos mesmos autonomia de gerir e prestar toda a manutenção preventiva e corretiva.

O que casou uma demora grande nas chamadas de manutenção para que os problemas fossem resolvidos.

Esse é um dos problemas que vem deixando os moradores do povoado Altamira, na zona rural de Bom Lugar, preocupados. A escuridão tem deixado todos na localidade apreensivos, já que a falta de iluminação facilita a ação de bandidos, aumentando assim, assaltos e furtos.

Segundo denúncias de moradores, a mais ou menos sete meses o povoado vive às escuras devido à falta de manutenção e a reposição das lâmpadas queimadas.

Várias reclamações já foram feitas ao órgão responsável pelo setor na sede do município. Mas até agora nenhuma providência foi tomada para resolver o problema da escuridão na comunidade.

Com medo de assalto os moradores se veem obrigados a permanecerem trancados dentro de casa, por causa da escuridão.

Uma ferramenta que antes era usada no passado bem distante, voltou a ser usado com frequência, pois quem se arrisca a sair nas ruas, é obrigado a usar a velha lanterna. O que para os moradores é um verdadeiro descaso, já que na conta de luz vem todo mês embutido a taxa de iluminação pública, dinheiro esse que era para ser usado na manutenção da rede de iluminação pública.


“Esperamos que o prefeito da cidade, ou melhor, a prefeita da cidade tome providência e olhe mais para os povoados, principalmente para o nosso, que está precisando muito” disse um dos moradores.

A população reivindica providências imediatas ao poder público.

Em tempo: O serviço de manutenção e reposição de iluminação pública é de responsabilidade das prefeituras, que recebe mensalmente os recursos arrecadados por meio da taxa cobrada nas contas dos consumidores"