sexta-feira, 24 de maio de 2019

FAMÍLIA AI QUE VIDA DE LUTO: MORRE RAIMUNDINHO DO QUIRINO.



Por Cícero Filho - Diretor cinematográfico TvM Filmes

Nos deixou na manhã desta quinta-feira, DIA 23, de possível morte natural, o querido Raimundinho. Ele, participou ativamente da direção de arte e atuou como Sr Batista, ao lado de Varderley (Danilo Costa), na comédia AI QUE VIDA.

Raimundinho foi um cara do BEM! Sua colaboração em AI QUE VIDA foi tão significativa!!!!!

Na direção de ARTE, Raimundo confeccionou os cartazes e faixas dos políticos, as flores amarelas que enfeitavam o casamento de Charlene e Jerod, ajudou na decoração da casa de Cleonice, e produziu ao lado da Negra Ana o famoso "caixão AZUL".

Descanse em paz meu querido amigo. 


RAIMUNDINHO DO QUIRINO É ENCONTRADO MORTO DENTRO DE CASA, EM AMARANTE


Na manhã desta quinta-feira (23) foi encontrado morto em Amarante, Raimundo Alves de Sousa, o popular Raimundinho do Quirino.

De acordo com informações, uma pessoa teria ido à casa onde ele morava, ainda cedo da manhã, e o encontrado caído ao chão.

“A pessoa não pôde entrar porque os cachorros estavam enfurecidos. Então ela chamou a polícia, que foi ao local para as providências cabíveis”, afirmou uma fonte ao Somos Notícia.
Apaixonado por Cultura e figurinos, Raimundinho era também carnavalesco e membro expressivo do Teatro Nasi Castro, em Amarante.

Raimundo Alves de Sousa residia na Rua das Flores, no Centro de Amarante, e era natural do município de Oeiras, residindo em Amarante desde a sua infância, onde morreu nesta quinta-feira aos 68 anos.

As causas da morte não foram ainda confirmadas, mas evidências apontam para causas naturais.

O sepultamento está previsto para acontecer às 17h no Cemitério Municipal. Amigos de Raimundinho do Quirino deixaram mensagens em sua homenagem no Somos Notícia.

“Era uma figura notável e amada por todos, além de um grande colaborador da Cultura de Amarante. Raimundinho deu um show no filme Ai que Vida”, afirmou com lamento o escritor Bebeto Soares.

“É uma grande perda para a cidade, pelo que ele já fez como um bom artista plástico e grande animador cultural”, disse ao site o professor Marcelino Barroso.

“Sem dúvida, um grande homem. Vá em paz, Raimundinho!”, lamentou o secretário de Cultura e Turismo, Ronaldo Brandão.

Colaboradores: Bebeto Soares, Patrícia Drummond e Marcelino Barroso.