sábado, 22 de fevereiro de 2020

CANTOR PAULYNHO PAIXÃO VIRA RÉU POR AGRESSÃO CONTRA A ESPOSA EM BACABAL-MA



A Justiça aceitou a denúncia do Ministério Público do Maranhão e tornou réu o cantor piauiense Francisco de Paula Moura, o 'Paulynho Paixão', por agressão contra a sua atual esposa, Wilma Alves da Silva, conhecida como Tayanne Costa. O G1 entrou em contato, mas a assessoria do cantor disse que não vai comentar o assunto.
A Justiça acatou a denúncia no dia 21 de janeiro de 2020, referente a um caso ocorrido em um hotel no dia 11 de agosto de 2019, após um show na cidade de Bacabal, a 247 km de São Luís. Na época, Paulynho Paixão foi enquadrado na Lei Maria da Penha e acabou preso após uma denúncia de agressão por parte de Tayanne Costa.

De acordo com o registro policial, Tayanne apareceu na Delegacia de Bacabal pedindo ajuda porque teria sido agredida fisicamente pelo seu marido. Ela alegou que Paulo arremessou uma cadeira na altura de sua cabeça e também teria a espancado com chutes e socos.

"Estávamos fazendo a apresentação de um assaltante e esse hotel fica próximo a delegacia. Uma senhora adentrou na delegacia pedindo socorro. Ela estava lesionada na cabeça e se queixou que foi muito agredida pelo marido. Fomos até o hotel e encontramos o apartamento todo revirado. Encontramos o Paulo, foi dado a voz de prisão, e ele foi levado para a delegacia", declarou o tenente Marcone Matos, do 15º Batalhão de Polícia Militar.
                          
Na época, a assessoria do cantor informou que houve uma discussão entre o casal no quarto do hotel, que ambos estavam alterados, e que Tayanne Costa se acidentou em um móvel, causando um pequeno corte em sua cabeça. A assessoria afirmou ainda que o cantor pagou fiança e saiu da delegacia para responder ao processo em liberdade.

Uma dia depois, Tayanne Costa gravou um vídeo e mudou a própria versão de agressão por parte de Paulynho Paixão.

"Não teve pontapé, nem socos. Não teve nada disso. O que teve foi uma discussão entre um casal, em que ambos estavam alterados e ambos jogaram os pertences no chão em um momento de raiva. Aonde que vai quebrar a cabeça de uma pessoa e ela estar viva? A questão da delegacia é que o hotel que a gente tava era do lado da delegacia. No momento da raiva eu fui parar na delegacia. Tinha um pessoal de uma reportagem lá filmando outro caso. E aí, quando viram que estava relacionado ao Paulinho Paixão, vieram pra cima", diz Tayanne no vídeo.

Apesar das versões conflitantes entre a registrada na delegacia e a divulgada pela equipe do cantor, a Delegacia da Mulher de Bacabal continuou as investigações, que constataram que houve agressão com base em exames de corpo de delito. Após a conclusão do inquérito, a Polícia Civil encaminhou o processo à Justiça.

Paulynho Paixão é piauiense e conhecido no país - principalmente na região norte-nordeste - por sua músicas com letras românticas ligadas especialmente ao ritmo brega.

G1 MA