quinta-feira, 29 de outubro de 2020

CASO NATASHA: POLÍCIA CIVIL CUMPRE MANDADOS DE BUSCA E APREENSÃO EM SÃO LUIS GONZAGA DO MARANHÃO. TRES PESSOAS FORAM PRESAS | ASSISTA


Na manhã desta quinta-feira (29), foi realizada uma operação da Polícia Civil do Maranhão, comandada pelo delegado da SEIC, Bruno Aguiar, com apoio da 16ª Delegacia Regional de Polícia de Bacabal, com o intuito de cumprir seis mandados de busca e apreensão no município de São Luís Gonzaga do Maranhão, de suspeitos de envolvimento no crime de Lenildo Nascimento Lima, de 23 anos, a Natasha.

O crime já estava com as investigações bastante adiantadas e Nove pessoas já tinham sido ouvidas. Na manhã de dessa quinta-feira (29), os policiais conseguiram cumprir três mandados de prisão temporária expedido pelo Juiz de São Luís Gonzaga e prender três pessoas, dentre as quais, duas mulheres e um homem Antônio Lopes de Sousa, conhecido por "Josa" de 55 anos, Rebeca e Leude conhecida por Chocotona. Também foram apreendidos veículos que serão periciados pelo Instituto de Criminalística para verificar se existem elementos que coloquem ela naquele acidente.

Próximo da vítima foi encontrada a chave de uma moto que foi entregue a polícia.

Próximo da vítima foi encontrada a chave de uma moto que foi entregue a polícia.

delegado da SEIC, Bruno Aguiar




Três versões foram apresentadas a polícia; um atropelamento, um espancamento e outra de uma colisão intencional contra a vítima. Nenhuma das vertentes foram descartadas pela polícia.

As prisões são temporárias e valem por trinta dias dependendo do rumo das investigações.

Um dos conduzidos, seu Jorge, foi apresentado na Delegacia suspeito de emprestar a moto para “Rebeca”, que foi presa com Leude (Chicotona) suspeitas de participação no crime.

Chicotona, Josa e Rebeca

Com Josa, foi encontrado também uma espingarda, calibre 16mm. O conduzido autuado por posse ilegal de arma de fogo.

A transexual Natasha morreu no último sábado (24), na capital do Estado, São Luís, no hospital Carlos Macieira, onde permanecia internada por 25 longos dias. Natasha foi encontrada desacordada por volta das 03h00 da madrugada do último dia 14 de setembro, na MA-247, que dá acesso à cidade de São Luís Gonzaga do Maranhão.


Natasha teria saído de uma festa no povoado Vale Verde, sendo brutalmente agredida nas imediações do povoado Santo Antônio dos Costa e era moradora do povoado Coeb do Gavião, zona rural de São Luís Gonzaga do Maranhão.

Ela teve seis costelas quebradas, fratura no rosto e corpo. A versão de atropelamento é descartada pela família.

O caso continua sendo investigado.


Reportagem de Ray LIma da TV Mearim, canal 4/Bacabal