quinta-feira, 29 de julho de 2021

ATLETA BACABALENSE CONQUISTA MEDALHAS NO CAMPEONATO DE ATLETISMO MASTER DO RIO DE JANEIRO

 


Orlando Xavier, 61 anos, morador da Travessa da Mangueira em Bacabal, partiu rumo ao Rio de Janeiro, para participar do Campeonato Estadual de Atletismo Máster, onde ganhou 3 (três) medalhas, duas de ouro e uma de prata.

 

Apesar das dificuldades, falta de patrocínio e problemas de saúde decorrentes da viagem, ele conseguiu o primeiro lugar e ganhou medalha de ouro no salto em distância e lançamento de dardo. A prata veio nos 100 metros rasos.

 





“É muito emocionante! Porque você sabe que existem dificuldades, como local de treinamento, etc... Entrei improvisado, mas graças a Deus deu tudo certo!”, disse Orlando.

 

“Quando a gente chega lá é muito assustador porque, eu no Rio de Janeiro, não conhecia nada, nem ninguém. Graças a Deus, tive o apoio de uma vizinha nossa aqui de Bacabal que está morando lá e deu maior atenção para a gente”, falou ele.


Em 2015, o professor começou no atletismo máster a nível nacional nas provas de pista e campo. O medalhista já participou de campeonatos em 7 estados onde também foi campeão. O Campeonato Estadual de Atletismo Máster do Rio de Janeiro, já é o 27º que ele participa.

 

Orlando já competiu no Maranhão, Piauí, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Pernambuco e Bahia.

 

Durante toda a sua trajetória como atleta já conseguiu 216 medalhas, incluídas as 3 que ele conseguiu ganhar no Rio de Janeiro.

 

Desde 2004 trabalha no Colégio Reis Magos, centro de ensino em que já formou vários campeões. Citamos aqui, Lívia Farias. Agora está com um novo projeto com dois atletas se destacando e provavelmente estarão no Campeonato Brasileiro Sub 18 do Sul.


 








Ele nos contou que está muito alegre com a homenagem que fizeram para ele quando saiu no carro do Corpo de Bombeiros desfilando pelas ruas da cidade.

 

“Antigamente a gente só via homenagem assim para a pessoa depois de morta, então, como aconteceu com Ivanildo, que só depois que ele faleceu, o grande lutador, é que foi destilar no carro do Corpo de Bombeiros. Esse meu foi um momento de glória, foi uma Vitória. Precisamos de patrocínio, precisamos de mais apoio, Bacabal é uma cidade cheia de campeões, falta só incentivo, patrocínio, apoio, falta acreditar!”, desabafou Orlando.