quinta-feira, 12 de maio de 2022

13ª SEMANA DO MEI ACONTECE DE 16 A 20 DE MAIO EM TODO O MA

Inscrições são gratuitas e já estão abertas nas unidades do Sebrae e Salas do Empreendedor

 

A Semana MEI, promovida anualmente pelo Sebrae para oferecer uma programação ampla de oficinas, palestras e atendimento especializado para os microempreendedores individuais (MEI), acontece a partir desta segunda-feira, 16, em todo o Brasil. Até sexta-feira, 20, as atividades serão oferecidas gratuitamente em todas as unidades do Sebrae no estado, nas Salas Empreendedor e em espaços de parceiros institucionais.

 








No Maranhão, serão promovidas ações gratuitas em 97 municípios da área de abrangência das 12 regionais do Sebrae no estado. São palestras, oficinas, consultorias, cursos, atendimento individualizado e orientação empresarial ao MEI e, em São Luís, o diferencial é a oferta de mentorias.

 

Em cada dia da Semana do MEI 2022, o empreendedor vai acompanhar atividades para se inspirar, inovar, planejar os negócios, cuidar das finanças e vender mais.


Atualmente, o Brasil conta com pouco mais de 13,8 milhões de donos de pequenos negócios formalizados como MEI por todo o país. No Maranhão, são 165 mil MEIS cadastrados (dados do dia 30/04), sendo 56,1 mil em São Luís e 14,5 mil em Imperatriz, os dois municípios de maior concentração de empreendedores cadastrados nessa pessoa jurídica.   

 






O Sebrae acredita que a Semana do MEI 2022 será uma grande oportunidade para o microempreendedor individual buscar capacitação e conhecimento para a retomada dos negócios, de forma mais sustentável, no período pós-pandemia.

 

“Foram dois anos muito difíceis para os empreendedores em geral e os MEIs, em particular. Por isso, preparamos um evento completo, pois sabemos dos desafios do dia a dia para o MEI e acreditamos no potencial dos empreendedores para uma retomada sustentável de seus negócios”, coloca o diretor técnico do Sebrae estadual, Mauro Borralho de Andrade, comentando que o MEI recebe uma atenção especial do Sebrae por, geralmente, começarem na informalidade, sem planejamento e pouco conhecimento sobre a gestão do negócio.