sexta-feira, 20 de maio de 2022

ASSALTO TERMINA COM UM MORTO E OUTRO PRESO, NA CIDADE DE BACABAL, MA

Por André Luís

Por volta das 08h00 da manhã desta sexta-feira (20), a Central de Operações do 15º BPM (Copom), recebeu a informação de que três indivíduos cometeram um assalto a residência, no Parque Santa Marina, em Bacabal. Imediatamente, uma equipe da Radiopatrulha foi ao local. Ao chegar ao endereço, a guarnição conversou com a vítima, levantou mais informações e, em seguida, realizou rondas e incursões pelo local e adjacências, a fim de localizar os suspeitos. Enquanto efetuava buscas pelo Residencial Colinas de São Pedro, a guarnição observou que um dos suspeitos estava escondido em um matagal; sendo que os outros dois empreenderam fuga.






A guarnição realizou a abordagem ao suspeito, identificado como Lucas Rosa Alves, 22 anos residente na cidade de Imperatriz, sendo encontrado com este, uma chave da residência da vítima.


DANIEL (MORTO EM CONFRONTO)

DANIEL (MORTO EM CONFRONTO)


Duas equipes da PM sendo uma do Cosar e a outra da Força Tática, adentraram ao matagal, onde foram recebidos a tiros por um dos assaltantes, onde revidaram a injusta agressão, onde o suspeito identificado posteriormente como Daniel Rodrigues dos Santos, 24 anos, foi atingido, sendo imediatamente socorrido pelos policiais e encaminhado ao hospital Laura Vasconcelos, não resistindo, vindo a óbito. Um terceiro envolvido identificado como Gabriel Ferreira Lima conseguiu fugir ao cerco, sendo procurado.


GABRIEL (FORAGIDO)

GABRIEL (FORAGIDO)








Segundo algumas informações, os suspeitos teriam chegado à cidade de Bacabal na noite de quinta-feira (19), onde se hospedaram em um hotel localizado no terminal rodoviário. Porém, ainda na mesma noite teriam sido resgatados por um carro tipo Fox, antigo, esverdeado, que estaria dando apoio aos suspeitos na ação desta manhã.

LUCAS (PRESO)



Uma segunda vítima de assalto a residência, que teve a sua casa invadida no último dia 17, reconheceu dois dos suspeitos mostrados nas redes sociais como participantes do ato criminoso contra a sua pessoa. Na ocasião, levaram da vítima celulares, dinheiro, cordões, e ainda fizeram o mesmo a fazer transferências via pix.. Matéria completa no link na Bio.