PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

terça-feira, 10 de março de 2015

POLÍCIA MILITAR AGE RÁPIDO E PRENDE DOIS ELEMENTOS ANTES DE COMETEREM ASSALTO A COMERCIANTE EM BACABAL

Compartilhar no WhatsApp



Os conduzidos foram abordados na Avenida João Alberto de Sousa a poucos metros da BR 316. Segundos os PM’s, aos motivos para a dupla esta ali seria uma suposta tocaia há uma possível vítima, que teria como percurso aquela avenida.

Francisco da Silva Almeida de 28 anos e Leandro Gonçalves Vieira de Sousa de 26 anos são indivíduos perigosos e donos de ficha criminal que vai desde o tráfico de drogas a roubo. Ao perceberem a aproximação de policiais militares, os suspeitos trataram esconder as armas debaixo de um papelão que estava na avenida, e até disfarçaram dizendo que estavam derrubando mangas. Desculpa que não convenceu os PM’s, e por isso Francisco e Leonardo acabaram detidos para averiguação.


Enquanto uma viatura da PM levava os suspeitos até a delegacia, outra equipe do esquadrão águia permaneceu no local da abordagem e realizaram uma varredura na área, onde acabaram encontrando duas armas de fogo. Diante da situação a polícia não teve dúvida de que as armas pertencem a Francisco e Leonardo.

Os dois revólveres estavam municiados, e além das armas, dois aparelhos celulares estavam em poder dos dois suspeitos. Uma moto com placa adulterada e de procedência duvidosa também foi levada a delegacia junto com Francisco da Silva Almeida de 28 anos e Leandro Gonçalves Vieira de Sousa de 26 anos. Os policiais que atenderam a ocorrência acreditam que o veículo seria usado na fuga dos conduzidos, caso eles tivessem conseguido praticar algum ato criminoso.

Segundo informações a dupla estaria esperando um comerciante conhecido como “Chiquinho” morador do povoado Brejinho, que vinha fazer um pagamento de 10 mil reais em Bacabal. Leandro já tem passagem pela a polícia por trafico de drogas e esta na condicional. Francisco também já tem passagem pela policia.

O terceiro suspeito.

Já por volta das 21h de segunda feira (09) uma guarnição da policia militar no comando do Tenente Santos, realizou a condução de Cleudimar Carvalho, quando o mesmo chegava a sua residência no povoado Brejinho.

Ele é suspeito de repassar as informações sobre o comerciante conhecido como Chiquinho. Cleudimar negou ter repassando informações aos dois suspeitos, pois o mesmo trabalha há 10 anos para o comerciante, e o mesmo já mais faria isso. Mais no celular do dele tinha uma mensagem repassada pela mulher de Francisco, um dos homens presos, perguntando se Cleudimar já sabia da prisão de Francisco.




Francisco da Silva Almeida de 28 anos e Leandro Gonçalves Vieira de Sousa de 26 anos foram autuados por porte ilegal de armas e adulteração de placa de veículo com fita adesiva.

Cleudimar Carvalho foi liberado pelo delegado Deyrobson por haver provas suficiente para incrimina-lo.