PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

MAIS DE 100 INQUÉRITOS FORAM CONCLUÍDOS E REMETIDOS AO PODER JUDICIÁRIO PELA DELEGACIA DA MULHER DE BACABAL

Compartilhar no WhatsApp



A Delegacia Especial da Mulher (DEM) fez um balanço positivo quanto às atividades desenvolvidas na cidade de Bacabal, cidade localizada a 240 Km de São Luís. Neste ano, a especializada já alcançou a marca de 102 inquéritos relatados, concluídos e remetidos ao Poder Judiciário. Além dos trabalhos operacionais, a delegacia realizou campanhas de cunho informativo e amparo social direcionadas à população do Médio Mearim.
Segundo a delegada Fernanda Chaves, a informação pode diminuir os índices de violência contra a mulher. “Toda quarta-feira a minha agenda é preenchida com audiências para dar oportunidade para as mulheres explicarem a situação em que elas se encontram e conversar também com os companheiros delas, porque muitas vezes há uma agressão, mas essa violência é decorrente de uma falta de informação, de que aquilo constitui um crime grave e que ele vai ser punido rigorosamente. A partir do momento que existe informação para a população, a violência contra a mulher diminui, porque ela toma a iniciativa de procurar a delegacia e tem consciência de que a Polícia Civil vai apoiá-la e aquela agressão não ficará impune”, afirmou a delegada titular da DEM.
FERNANDA CHAVES
Fernanda Chaves ressaltou que as ações estão sendo estendidas com a finalidade de proteger outro personagem do núcleo familiar: o menor em situação de vulnerabilidade. “Criei e desenvolvi a campanha ‘Amigo do Bar’, que é uma campanha que divulga o artigo 243 do Estatuto da Criança e do Adolescente [ECA]. Através dela, informamos à população que será penalizado o proprietário de bar que vender ou permitir que o menor faça ingestão de bebida alcóolica dentro do ambiente”.
A fiscalização em torno do artigo, instituído em março, já apresenta resultados positivos no município, segundo a delegada. “Uma das maiores casas de show, que costuma receber – em média – dez mil pessoas nos fins de semana, desenvolveu um sistema de pulseiras, identificando quem é menor e quem é maior. Ele evita que o menor ingira bebida alcóolica, fique até mais tarde, sendo convidado a se retirar e orientado a frequentar o ambiente em um horário mais adequado a sua idade. E faz ter toda essa proteção que o ECA estabelece”, destacou.
Durante a entrevista, Fernanda Chaves externou a sua felicidade em participar da Feira de Agricultura Familiar e Agrotecnologia do Maranhão (AgriTEC), realizada no município. Na ocasião, a delegada proferiu palestras sobre a natureza da Lei Maria da Penha e, junto aos profissionais da Secretaria de Estado da Mulher (Semur), atendeu o público que esteve presente no local. “Foi extremamente produtivo. Tivemos a chance de fazer palestras para a população e fazer atendimento ao público. Além disso, conseguimos visitar algumas cidades do interior da regional, como Lago Açu e Lago Verde”, declarou a titular da DEM de Bacabal.
Nessa quarta-feira (16), Fernanda Chaves também participou de um encontro com a representante da ONU Mulheres, Vânia Pazzinato, na sede da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP). Durante a reunião, as autoridades trataram de temas como as diretrizes nacionais de investigação, processamento e julgamento com perspectivas de gêneros, mortes violentas de mulheres, além do aprimoramento de políticas públicas direcionadas às mulheres do Estado do Maranhão.
                                          
Alef Garcia/ASCOM SSP