PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

AÇÕES DA POLÍCIA CIVIL INCIDE EM PRISÕES NOS INTERIORES, POR CONTA DA POSSE ILEGAL DE ARMAS DE FOGO, APREENSÃO DE MUNIÇÕES E PRENDE MÃE E FILHO PELO TRÁFICO DE ENTORPECENTES

Compartilhar no WhatsApp



Sem título
Com ações intensificadas no combate ao crime, a Polícia Civil do Maranhão, por intermédio da Superintendência do Interior e suas diversas regionais, realizaram três operações resultando em armas apreendidas e três pessoas autuadas em flagrante delito. As prisões aconteceram nesta quarta-feira (17), onde foram presos Francisco Carlos de Sousa Araújo, 52 anos. Ele foi preso no município de Senador Alexandre Costa de posse de duas armas de fogo e diversas munições. Em Balsas foi apreendido em um supermercado 1.520 munições. No município de Timon, a Polícia Civil prendeu mãe e filho, ambos por envolvimento com o tráfico de drogas. Com eles foram apreendidos 50 cabeças de crack.
As medidas necessárias contra a criminalidade nos municípios maranhenses vêm sendo acompanhadas de forma constante pelo Superintendente de Polícia Civil do Interior (Spci), Dicival Gonçalves, onde por conta dos planejamentos e operações bem articuladas em conjunto com a Delegacia Geral de Polícia Civil, na pessoa do delegado  geral Lawrence Melo, ocorrem com as operações visando o combate ao crime de forma rápida e eficiente. O Superintendente disse ainda que “Estamos sempre realizando operações para combater de forma enérgica a criminalidade nos municípios. As determinações do secretário de Segurança Jefferson Portela são para não dar trégua para os criminosos e garantir assim a tranquilidade nas regionais maranhenses. As prisões são constantes, por conta do apoio que a SPCI vem fazendo com as delegacias regionais”, garantiu.
Prisão por porte de armas em Caxias
Em uma dessas operações realizadas pela Polícia Civil resultou numa operação idealizada pela Delegacia Regional de Caxias e a Delegacia de Homicídio onde efetuaram a prisão de Francisco Araújo, o “Nenenzão”. Ele foi preso na tarde desta quarta-feira (17), por conta do cumprimento de mandado de prisão preventiva a qual foi expedida pelo Juiz da 3ª Vara de Caxias. Ele é acusado de homicídio e coação de testemunhas.
O acusado Francisco Araújo foi preso na posse de um rifle de calibre 38, com seis munições intactas e um revólver calibre 38, municiado com 05 munições de calibre 357. O delegado regional de Caxias, o Delegado Jair Lima de Paiva Junior informou ainda que Francisco Araújo tem dois filhos que já estão presos, todos acusados pelo homicídio de um enfermeiro em Caxias. O delegado externou agradecimentos por conta do apoio do Núcleo de Inteligência da Polícia Rodoviária (PRF) em Caxias, por ter ajudado no caso. Após ser notificado da prisão, Francisco Araújo foi recambiado para a delegacia regional de Caxias para ser ouvido pelo delegado e tomadas as providências necessárias.
Apreensão de 1.520 munições em Balsas
Outro destaque foi por conta da operação desencadeada pela Polícia Civil na manhã desta quarta-feira (17), sendo apreendidas em uma residência no município de Balsas, aproximadamente 1.520 munições de diversos calibres, além de muita pólvora.
De acordo com o delegado regional de Balsas Fagno Vieira informou que um suspeito dono do supermercado Matos, localizado no bairro da Trizidela, em Balsas, teve o seu cumprimento de mandado de prisão expedido. Os policiais da montaram a operação nesta quarta-feira, por volta das 11hs, onde o material foi apreendido. Infelizmente o suspeito, não fora encontrado.
Por conta da ação policial foram encontrados no Supermercado Matos  farta munições de diversos calibres, sendo: 68 calibre 20, 96 calibre 13, 210 calibre 32, 231 calibre 36, 43 calibre 28, 92 calibre 765, 44 calibre 6,35, 74 calibre 380, 42 calibre 38, 45 calibre 32, 539 calibre 22, 36 calibre 44, 01 calibre 9mm, 32 kg de esfera de chumbo, 84 tubo de pólvoras e 20 cartelas de espoletas.
 Tráfico de entorpecentes em Timon
Outra operação com destaque aconteceu no município de Timon, onde a Polícia Civil por intermédio dos policias lotados ao 3º DP,  efetuou nesta quarta-feira (17), por volta das 10hs, mediante o cumprimento de mandado de busca e apreensão, expedido pelo juiz da 3ª Vara Criminal de Timon. Na ação foi preso em flagrante, Concita de Oliveira Rocha e Francisco Maciel de Oliveira rocha. Os dois são mãe e filho, respectivamente pela pratica de tráfico de drogas. Após informações precedidas de investigações culminaram na prisão da dupla, onde foi encontrado ao interior de sua residência, mais se 50 cabeças de crack e ainda a quantia de R$400 reais em dinheiro.

O delegado titular do 3º DP de Timon, Michel Sampaio, disse que a casa dos suspeitos já estava sendo monitorada desde o mês de abril do ano em curso, quando fora expedido o presente mandado de busca e apreensão. O delegado informou que no local, estava acontecendo uma movimentação suspeita, onde realizamos a operação e prendemos a mãe e o filho com a droga. Eles foram apresentados no 3º DP de Timon para serem ouvidos e depois foram autuados em flagrante, onde responderão pelos crimes na Justiça.