sábado, 11 de julho de 2020

POLÍCIA CIVIL DEU CUMPRIMENTO A MANDADOS DE BUSCA E APREENSÃO EM RESIDÊNCIA DE MÉDICO SUSPEITO DE CHEFIAR MEGA ESQUEMA DE “PIRÂMIDE FINANCEIRA” NO ESTADO DO MARANHÃO

Dando continuidade às investigações que se destinam a apontar a autoria e materialidade daquilo que pode ser um dos maiores esquemas de fraude financeira do país, com movimentações bancárias milionárias, a Polícia Civil do Maranhão, por meio da Superintendência de Polícia Civil da Capital - SPCC (4o DP do Vinhais e Defraudações), deu início à OPERAÇÃO RAMSÉS  a qual culminou com o cumprimento de 03 Mandados de Busca e Apreensão Domiciliar. O objetivo da ação policial é robustecer o acervo probatório do INQUÉRITO POLICIAL que tramita no 4° DP PCMA.

Foram alvos 02 apartamentos localizados na Peninsula e que pertencem ao investigado, além de uma residência onde teria funcionado a sede da empresa AMJ PARTICIPAÇÕES também investigada.



A polícia civil investiga um vultoso esquema com indícios de crime contra a economia popular, lavagem de dinheiro e estelionato.

O inquérito tramita em sigilo e a polícia civil estuda a adoção de outras medidas com objetivo de esclarecer os fatos e encaminhar os autos ao poder judiciário.

A operação policial contou com a participação de policiais do 4 DP, 9DP, 12 DP, Defraudações, Seccional SUL e apreendeu documentos, ipads, cpus e notebooks.


 

Dando continuidade às investigações que se destinam a apontar a autoria e materialidade daquilo que pode ser um dos maiores esquemas de fraude financeira do país, com movimentações bancárias milionárias, a Polícia Civil do Maranhão, por meio da Superintendência de Polícia Civil da Capital - SPCC (4o DP do Vinhais e Defraudações), deu início à OPERAÇÃO RAMSÉS  a qual culminou com o cumprimento de 03 Mandados de Busca e Apreensão Domiciliar. O objetivo da ação policial é robustecer o acervo probatório do INQUÉRITO POLICIAL que tramita no 4° DP PCMA.

Foram alvos 02 apartamentos localizados na Peninsula e que pertencem ao investigado, além de uma residência onde teria funcionado a sede da empresa AMJ PARTICIPAÇÕES também investigada.

A polícia civil investiga um vultoso esquema com indícios de crime contra a economia popular, lavagem de dinheiro e estelionato.

O inquérito tramita em sigilo e a polícia civil estuda a adoção de outras medidas com objetivo de esclarecer os fatos e encaminhar os autos ao poder judiciário.

A operação policial contou com a participação de policiais do 4 DP, 9DP, 12 DP, Defraudações, Seccional SUL e apreendeu documentos, ipads, cpus e notebooks.